sábado, 11 de fevereiro de 2017

Passagem do comando em Cachoeirinha

tt

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

O novo comandante do 26º Batalhão de Polícia Militar de Cachoeirinha, Maj Luciano Moritz Bueno, assumiu o novo cargo em cerimônia ocorrida na manhã desta sexta-feira (10) na sede do 26º BPM.

16508856_673081119519330_5629815000233036794_n

O Maj Luciano Moritz Bueno assume no lugar do Ten Cel Marcelo Tadeu Pitta Domingues, que ficou no comando do 26º BPM de 14 de julho de 2015 a 10 de fevereiro de 2017, que passará a comandar o 19º Batalhão de Polícia Militar em Porto Alegre.

P1030239
Ao final da cerimônia, os convidados deslocaram à sala do comandante do 26° BPM, para o descerramento da foto do Tenente Coronel Pitta, que passou a compor a galeria de ex-comandantes do Batalhão.

P1030251
A cerimônia contou com as presenças do prefeito municipal de Cachoeirinha, Miki Breier, representando o Secretário de Segurança do Estado do Rio Grande do Sul, Cel Aguirre, respondendo pelo Comando de Policiamento Metropolitano, Ten Cel Nilo, respondendo pelo Corregedor Geral, Ten Cel Regis, Chefe do Estado Maior do CPM, Ten Cel Nunes, comandantes das unidades do CPM, delegado da 2º DP de Cachoeirinha Del. Newton, Secretaria Interina de Segurança de Cachoeirinha, Srª Tatiana, Comandante da Guarda de Cachoeirinha, Soldatelli e demais autoridades e convidados.

P1030255

Brigada Militar prende por cumprimento de mandado em Esteio

01 (1)

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na noite de sexta-feira, no bairro Vila Olímpica em Esteio, Policiais Militares do 34°BPM efetuaram a prisão do indivíduo C. L. A. S. (28 anos) o qual estava foragido do sistema prisional. O fato ocorreu após a Sala de operações receberem uma ligação informando que um indivíduo estaria nas proximidades do cemitério II de Novembro e que esse estaria foragido. Diante das informações repassadas, uma guarnição deslocou até as proximidades onde visualizaram o indivíduo, o qual foi abordado e durante consulta de dados foi constatado que esse se encontrava foragido do sistema prisional, sendo assim foi dada voz de prisão ao mesmo o qual foi conduzido ao Hospital São Camilo para exame de lesões e posterior a DP para devidos fins de registro.

Fonte: Ação Preventiva

Dois homens são presos após roubo de veículo em Caxias do Sul

Um dos presos estava em liberdade provisória.

Dois homens foram presos após um roubo de veículo na noite de sexta-feira em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, os policiais se depararam nas proximidades do Posto de Combustíveis Onzi, com os autores do roubo de um veículo Chevrolet/Cruze LTZ HB, cor vermelha, ano 2014, placa IWI8898 que havia ocorrido por volta das 17h29min, na Rua Alexandre de Antoni, Bairro Universitário. Em acompanhamento, após muita resistência, foi preso na Rua Emílio Ribas, F.M.F. 20 anos. Logo depois foi preso também, Lucas Dias Boeira da Rosa, 22 anos, que atualmente esta em liberdade provisória (indiciamentos por furto qualificado/receptação de veículo e furto qualificado).

Ambos abandonaram o veículo e saíram correndo a pé, efetuando disparos contra os policiais que, para se defenderem, revidaram, acertando dois disparos em F.M.F.

Ele foi atingindo no abdômen e a perna. O SAMU foi acionado para prestar o socorro. Com F.M.F. foi aprendida uma pistola calibre 380.

Fonte: Ação Preventiva

Menor é apreendido com drogas em Jaquirana

Um menor foi apreendido por tráfico de drogas na manhã de sexta-feira em Jaquirana. Conforme a Brigada Militar, os policiais apreenderam o adolescente em atitude suspeita em frente a lotérica na Avenida Central, bairro Centro. Após busca pessoal, foi encontrado R$776,00, em trocados. Na residência do adolescente, foram apreendidos uma pedra de crack (50 gramas), 110 buchas de maconha, 160 buchas de crack, 66 papelotes de cocaína, R$776,00, um caderno com a contabilidade da venda, um celular e pedaços de plástico pequenos e sacolas grandes.

O menor foi apresentado na Delegacia de Polícia de Bom Jesus, onde foi lavrado o flagrante e entregue aos pais.

Fonte: Ação Preventiva

Dois veículos são roubados em Caxias do Sul

Dois carros foram roubados entre a manhã e final da tarde de sexta-feira em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o primeiro roubo aconteceu na Rua Ernesto Casara, bairro Kayserna. Foi roubado o veículo MMC/L200 Triton, cor preta, ano 2009.

O segundo roubado aconteceu por volta das 17h29min, na Rua Alexandre de Antoni, Bairro Universitário, quando dois homens armados roubaram o veículo Chevrolet/ Cruze LTZ HB, cor vermelha, ano 2014, placa IWI8898.

Fonte: Ação Preventiva

Brigada Militar de Esteio prende por receptação

c7ebb344-c129-48d7-98b7-1bfb1c972a01 (1)

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

No dia 11 de fevereiro, por volta das 02h20min no bairro São José e Santo Inácio, Policiais Militares do 34°BPM Esteio, efetuaram a prisão de 02 indivíduos por receptação e adulteração de sinal identificador, os quais foram identificados como J.C.H.J. (20 anos) e J.P.F.B. (19 anos).

17

O fato ocorreu após a sala de operações ter recebido uma denuncia referente a indivíduos que teriam deixado um veículo GM/Onix de cor branca no pátio de uma residência situada no bairro São José, e que este estaria em situação de furto / roubo, estando clonado.

18

Diante das informações, uma guarnição deslocou até o local, aonde foi localizado o referido veículo, momento em que foram informados por populares que o indivíduo proprietário da residência havia deslocado em um veículo Hyundai HB 20 de cor branca logo após ter guardado o outro veículo na sua garagem, foi efetuado buscas nas proximidades sendo visualizado um veículo semelhante ao informado, o qual estava sendo estacionado momento em que um indivíduo desembarcou do automóvel e passou a caminhar em direção à residência onde estava o veículo GM/Onix, quando o individuo se aproximou e adentrou a residência foi abordado pela guarnição sendo identificado como J.C.H.J. (20 anos) e encontrada em sua posse a chave do veículo Hyundai / HB 20.

No interior da residência foram encontrados objetos como documentos dos veículos, chave do veículo GM/Onix e suas placas originais, 01 telefone celular, 01 possível procuração falsa do veículo Hyundai / HB20, ambos veículos em situação de Furto / Roubo.

Durante a prisão as guarnições receberam informações de populares, de que os os veículos pertenciam a um indivíduo de nome J.P.F.B. (19 anos), o qual residia no bairro Santo Inácio, sendo assim uma guarnição deslocou até o local onde localizaram um veículo Toyota / Corolla de cor prata, em averiguação constataram que se tratava de um veículo furtado/roubado. Então efetuaram contato na residência onde estava o referido veículo momento em que foram atendidos por um indivíduo o qual se identificou como J.P.F.B. (19 anos) e em seguida confirmou que o veículo era seu, sendo assim foram encontradas na residência 04 rodas completas sem procedência pertencentes a uma caminhonete Hyundai/Tucson.

Diante dos fatos os indivíduos foram encaminhados ao Hospital São Camilo para exame de lesões e posterior a DPPA Canoas para devidos fins de registro, onde foram apresentados juntamente com os veículos e materiais apreendidos.

Fonte: Ação Preventiva

Procurado da justiça é preso em Caxias do Sul

Um procurado da justiça foi preso na manhã de sexta-feira em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o homem de 26 anos foi abordado na Rua Professor Marcos Martini, bairro Santa Catarina.

Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia para o registro.

Fonte: Ação Preventiva

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Homem é morto a tiros dentro de casa em Alvorada

Testemunhas relataram que um grupo de homens armados invadiu a casa da vítima.

Um homem, ainda não identificado, foi morto a  tiros dentro de uma residência no município de Alvorada, na região Metropolitana, na manhã desta sexta-feira.De acordo com a Brigada Militar, testemunhas relataram que um grupo de homens armados invadiu a casa localizada na Estrada Frederico Dihl, no bairro Formosa, por volta das 6h. Não há suspeitos da autoria do crime e as motivações ainda são desconhecidas.

Fonte: Gaúcha

Identificado homem assassinado em Canela

Crime aconteceu na noite desta quinta-feira (9)

Foi identificado como Everton Lacerda Kenne, de 38 anos, o homem assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (9) em Canela. O crime aconteceu pouco antes das 22h.

A informação inicial era de que ele havia sido morto dentro de casa, porém, conforme a Polícia Civil, ele estava em casa quando foi chamado para foram pelo atirador. Kenne saiu de casa e acabou baleado. Ele levou quatro tiros. O crime é investigado como execução.

Esse é o primeiro assassinato do ano em Canela.

Fonte: Gaúcha

Corpo é encontrado sem cabeça na beira da praia de Quintão, no litoral

De acordo com a BM, corpo estava em avançado estado de decomposição; vítima ainda não foi identificada.

A Brigada Militar encontrou um corpo sem cabeça à beira-mar da praia de Quintão, no Litoral Norte, na manhã desta sexta-feira (10). A vítima estava entre as guaritas 219 e 220.

De acordo com a BM, o corpo estava em avançado estado de decomposição e não tinha cabeça nem os braços. A polícia vai apurar as causas da morte e se os membros foram perdidos por esquartejamento ou devido ao tempo na água.

A vítima não foi identificada. Não há confirmação se o corpo é de um homem ou de uma mulher.

Fonte: Gaúcha

Capital e fronteira gaúcha receberão ofensiva contra tráfico e assassinatos

Plano Nacional de Segurança foi apresentado nesta sexta-feira (10) no Estado.

Porto Alegre é a terceira capital a receber reforço no policiamento através do Plano - Foto: Mateus Ferraz /Agência RBS

A presença policial será ampliada em áreas com maior incidência de crimes em Porto Alegre e em seis cidades da fronteira. A medida foi anunciada nesta sexta-feira (10), a partir da adesão do Estado ao Plano Nacional de Segurança. Também serão destinados recursos para a construção de novos presídios e para reforçar a segurança nas instituições prisionais atuais. As ações iniciarão na próxima quarta-feira (15).

O Plano foi dividido em três eixos. O primeiro visa à redução de homicídios, feminicídios e violência contra a mulher. O segundo objetivo é reduzir o contrabando internacional de armas e drogas. O terceiro traz ações para a modernização do sistema penitenciário.

“Esse Plano não é um improviso, nem uma teoria. Esse plano tem história, vem desde maio (de 2016), é fruto de diálogo”, afirmou o ministro da Justiça e Segurança Pública em exercício, José Levi.

Porto Alegre é uma das três capitais escolhidas para o início das ações federais, ao lado de Natal (RN) e Aracaju (SE). O critério para a escolha das cidades se deu através dos índices de violência e pela presença da Força Nacional de Segurança. Os documentos assinados no Palácio Piratini são o Pacto Federativo pela Segurança Pública e um acordo de cooperação para atuação conjunta.

Policiamento

As áreas com maiores índices de criminalidade em Porto Alegre receberão o reforço de 600 agentes, 200 da Força Nacional de Segurança (71 já estão no Estado desde o ano passado) e 400 da Brigada Militar. Os brigadianos não sairão do policiamento ostensivo. Eles irão atuar em operações especiais após o horário de trabalho normal, ganhando horas extras. O custo de R$ 2,3 milhões ficará a cargo do Governo Federal. As ações nas ruas tem previsão de início na próxima quarta-feira (15).

A campanha de desarmamento ganhará fôlego com R$ 300 mil em valores para campanhas publicitárias e indenizações para quem devolver armas. Nesse eixo, as forças de segurança estadual e federal irão atuar em conjunto, a partir da troca de informações. A cooperação também vai ser realizada no auxílio em perícias e investigações.

Sistema penitenciário

O Estado será contemplado com R$ 100 milhões para a construção de casas prisionais e reaparelhamento das instituições existentes. Um presídio federal de segurança máxima com 208 vagas será construído com expectativa de entrega em cerca de dois anos. Ao todo, 12 cidades demonstraram interesse em contar com a penitenciária. O local escolhido deverá ficar na Região Metropolitana de Porto Alegre. Outro estabelecimento para cerca de 500 presos será construído. A gestão será do governo gaúcho. A cidade já foi escolhida, mas ainda não divulgada. Um terceiro local, também com 500 vagas, não integra o Plano, mas é esperado para os próximos anos a partir de permuta com o Grupo Zaffari. Os municípios que irão receber as obras serão anunciados até o final de fevereiro.

Ao todo, 12 instituições receberão bloqueadores de celular. Ainda há a previsão de compra de 14 veículos-cela, 433 tornozeleiras eletrônicas e 23 scanners corporais.

Fronteiras

Seis cidades da região fronteiriça do Estado ganharão sistemas de videomonitoramento. Ao todo, o Estado contará com 89 câmeras em pontos de entrada de contrabando de drogas e armas. Nas rodovias, 36 policiais rodoviários federais serão incorporados ao efetivo que atua no Rio Grande do Sul e um helicóptero será adquirido.

Fonte: Gaúcha

São Leopoldo registra três mortes violentas em pouco mais de 7 horas

Caso mais recente ocorreu na manhã desta sexta-feira, quando uma mulher foi encontrada morta no bairro Vila Nova

O município de São Leopoldo registrou, entre o final da noite passada e o começo da manhã desta sexta-feira (10), três mortes violentas. Foram dois homicídios e um latrocínio em pouco mais de sete horas e meia na cidade.

O caso mais recente foi de uma mulher encontrada morta no bairro Vila Nova. De acordo com a Brigada Militar, o corpo da vítima foi localizado por volta das 7h30, na Estrada Morro de Paula, apresentando marcas de disparos de arma de fogo, principalmente na região da cabeça.

Segundo a polícia, a mulher também tinha perfurações causadas por um objeto pontudo. A vítima ainda não foi identificada.

Outro caso foi um latrocínio no bairro Fião. Segundo o delegado Rodrigo Zucco, da 2ª Delegacia de Polícia do município, Gilberto Rodrigues da Silva, 58 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo durante um roubo à residência, por volta da 0h20.

A polícia ainda não tem as circunstâncias do crime. Entretanto, testemunhas informaram que homens armados invadiram a casa e dispararam contra Silva.

A vítima chegou a ser socorrida ao Hospital Centenário, mas não resistiu aos ferimentos. Este é o segundo latrocínio do ano na cidade. Não há confirmação se algo foi roubado da casa.

Já por volta da meia-noite, um jovem de 19 anos deu entrada no Hospital Centenário após ser atingido por tiros, na Vila Paim. Testemunhas relataram que homens em um carro escuro passaram atirando. A identidade da vítima não foi revelada.

GAÚCHA

Brigada Militar de Esteio realiza Operação Avante e efetua prisão por receptação de veículo roubado

271bb77b-537c-4554-b542-9d5e4f8d33df (1)

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

No dia 09 de Fevereiro de 2017, o 34º BPM de Esteio realizou mais uma etapa da “Operação Avante”, que visa regular as ações de Policia Ostensiva para enfrentamento qualificado aos crimes de roubo de veículo (clonagem de veículos) e transporte coletivo, seguido da atuação em áreas de vulnerabilidade social.

c7ebb344-c129-48d7-98b7-1bfb1c972a01 (1)

A Operação Avante contou com barreiras de trânsito em pontos estratégicos, e em seguida ações de abordagens em áreas de vulnerabilidade social, conforme elencado pelo comando do 34ºBPM.

Durante a Operação Avante, por volta das 23h20min no Bairro Novo Esteio em Esteio, Policiais Militares do 34ºBPM efetuaram a prisão de A.T.R. (32 Anos) e O.S.P. (39 Anos) por receptação de veículo. A prisão ocorreu após os PM’s avistarem um veículo Ford/Fiesta vermelho dentro de um pátio, sendo que após consultas ao sistema verificou-se que o mesmo encontrava-se em situação de furto/roubo desde o dia 07/02, diante do fato foi dado voz de prisão aos indivíduos que estavam na residência, ambos foram conduzidos ao HSC e posterior a DPPA Canoas e o veículo recolhido ao depósito.

No total, durante a Operação Avante foram abordados 140 pessoas, 57 veículos, 19 motocicletas, 03 Caminhões, 02 lotações, 02 Táxis, 12 veículos autuados e 05 recolhidos, 01 Posto de Combustível fiscalizado, confeccionados 05 Termos Circunstanciados BO-TC, (02 por dirigir com CNH Cassada, 02 por Violar suspensão do direito de dirigir e 01 por Direção perigosa de veículo). Além da recuperação de 01 veículo roubado e a Prisão de 02 indivíduos por receptação.

Fonte: Ação Preventiva

Vídeo: Salva-vidas e Patrulha Ambiental Salvam Animal Silvestre

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Vídeo: PM é capturado por assaltantes de banco em Miraguaí

Jovem rouba veículo, se envolve em acidente e acaba preso após confronto com a BM em Viamão

poe60

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

Um jovem foi preso com veículo roubado após confronto com a polícia na tarde de quarta-feira em Viamão. Conforme a Brigada Militar, os policiais do 18° BPM abordaram o veículo que havia sido roubado a pouco tempo na Rua Palermo, bairro Três Figueiras. O jovem que já possui antecedentes por tráfico de drogas, portava um revólver calibre 38, municiado com dois cartuchos intactos e três deflagrados.

poe61

Durante o acompanhamento, o indivíduo colidiu o veículo com o automóvel VW/Gol, de cor verde,  que trafegava no contrafluxo. No confronto ele foi atingido por disparo de arma de fogo e socorrido pelo SAMU ao HCV. A viatura foi atingida por um disparo de arma de fogo no capô.

Diante dos fatos os veículos foram recolhidos e apresentados na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Viamão para o registro da ocorrência.

Fonte: Ação Preventiva

Trio é preso por porte ilegal de arma de fogo em Viamão

POE57

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na tarde de quarta-feira, na Estrada Caminho do Meio, Bairro Augusta em Viamão, durante Operação Avante do 18º BPM, uma guarnição do POE abordou o automóvel VW/PARATI CL, de cor BRANCA, placas IOE****, e prendeu dois homens e apreendeu um adolescente que tripulavam o veículo. Foi apreendido com o trio, um revólver calibre 38, numeração suprimida, municiado com 2 cartuchos intactos.

Diante dos fatos os indivíduos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Viamão para o registro da ocorrência.

Fonte: Ação Preventiva

Motociclista morre após colisão com carro em Rio Grande

Acidente foi registrado por volta das 5h50, na Rua 24 de Maio

Foto: Karoline Avila  / Rádio Gaúcha Zona Sul

Um motociclista de 34 anos morreu após colidir com um carro na manhã desta quinta-feira (9), na Rua 24 de Maio, em Rio Grande. O acidente foi registrado por volta das 5h50.

De acordo com testemunhas, o motorista de um Audi branco dirigia em alta velocidade pela Rua 24 de Maio. O motociclista seguia pela Rua Vitorino quando foi atingido no cruzamento.  Ainda de acordo com testemunhas, o motorista do carro tentou fugir, mas foi alcançado por outros motociclistas, até a chegada da Brigada Militar.

O veículo, uma Yamaha Factor cor vermelha, ficou destruído. 

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, o motorista do carro apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Ele foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA). 

Fonte: Gaúcha

Operação apreende 30 adolescentes em "inferninho" no Centro de Porto Alegre

Além das apreensões, dois adultos que estavam foragidos foram presos.

Uma operação conjunta entre Polícia Civil, Brigada Militar e Ministério Público apreendeu 30 adolescentes em uma casa noturna localizada no Centro de Porto Alegrel, na região dos "inferninhos", na madrugada desta quinta-feira (9). Conforme informações do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (DECA), um menino de 15 anos, considerado desaparecido, também foi localizado no bar.

De acordo com a diretora do Deca, delegada Adriana da Costa, a pessoa mais jovem é uma menina de 13 anos. Além das apreensões, dois adultos que estavam foragidos foram presos. A polícia não encontrou drogas no local e o bar estava com o alvará regularizado. 

A operação conjunta teve o objetivo de coibir a exploração sexual e a venda de bebidas alcoólicas para adolescentes.

Fonte: Gaúcha

Homem é encontrado morto na zona Norte da Capital

Conforme informações da Brigada Militar (BM), a vítima foi morta com um tiro no rosto.

Um homem ainda não identificado foi encontrado morto na manhã desta quinta-feira (9), no bairro Farrapos. Conforme informações da Brigada Militar (BM), a vítima foi morta com um tiro no rosto.

Uma ambulância do SAMU foi acionada para socorrer uma vítima de lesão corporal, por volta das 8h45, na rua Frederico Mentz. No entanto, de acordo com a BM, o homem já estava morto. A área foi isolada para a chegada da perícia. 

Fonte: Gaúcha

Mais de 200 agentes da Polícia Civil começam a atuar amanhã no RS

Região Metropolitana foi priorizada após análise dos números da criminalidade e pedidos de remoção de policiais antigos.

Embora o reforço de agentes, ainda há grande defasagem nos quadros da Polícia Civil - Foto: Mateus Bruxel /Agencia RBS

A Polícia Civil terá o reforço de 219 agentes a partir de sexta-feira (9) no Rio Grande do Sul. Na manhã desta quinta, uma cerimônia em Porto Alegre deu posse aos 108 escrivães e 111 inspetores. 

Segundo o chefe da Polícia Civil no Rio Grande do Sul, delegado Émerson Wendt, a divisão dos novos agentes foi feita após uma análise que levou em consideração os números da criminalidade e os pedidos de aposentadoria dos servidores mais antigos. Além da Região Metropolitana, ele afirma que o Litoral Norte e as regiões de Caxias do Sul, Pelotas e Passo Fundo foram priorizadas.

Mais da metade dos agentes atuarão na Região Metropolitana e Vale do Sinos. São 132 novos policiais em 22 cidades. Uma das mais violentas no número de homicídios, Alvorada ganhará reforço de 23 policiais. Outros 19 atuaram nas unidades de Gravataí.

O Departamento de Homicídios, com suas seis delegacias de Porto Alegre, também receberá reforço, com 21 novos investigadores.  Os 705 assassinatos de 2016 em Porto Alegre motivaram um maior deslocamento de policiais para a unidade - que já conta com auxílio de agentes da Força Nacional de Segurança. 

Embora o reforço no efetivo, Wendt reconhece que o número ainda é longe do considerado ideal no Rio Grande do Sul. Hoje o Estado tem cerca de 5,3 mil policiais civis.

"Um número ideal (de policiais) sempre foi de 9 mil, e um novo estudo mostra que esse número seria próximo de 11 mil. Dentro de uma perspectiva de gestão, se colocássemos 700 novos na Academia todo ano, demoraríamos ainda 20 anos para o chegar ao ideal. É um processo de recomposição de efetivo".

Ainda há outros 224 alunos em fase final de formação pela Academia de Polícia, e a previsão de formatura é para o mês de junho. 

Fonte: Gaúcha

Homem é preso pela segunda vez em 12 dias por arrombar escola em Estância Velha

Ladrão foi preso em flagrante dentro da instituição de ensino.

Foto: Guarda Municipal de Estância Velha

Um homem de 40 anos foi preso pela segunda vez em 12 dias por arrombar uma escola de Estância Velha, na noite dessa quarta-feira (8). Conforme informações da Guarda Municipal de Estância Velha, Joel Filho Soares foi preso em flagrante no pátio da escola Presidente Kennedy, no bairro Lago Azul, com diversos objetos eletrônicos.

Entre os equipamentos estavam um projetor multimídia, uma impressora, uma mesa de som, microfones e um rádio. A Guarda Municipal acredita que, pelo volume, ele pretendia fazer diversas viagens para transportar os objetos do furto.

Vizinhos ligaram para a Brigada Militar relatando ouvir barulhos vindos de dentro da escola. Os policiais acionaram a Guarda Municipal, que entrou na escola e ajudou na captura. Soares foi encaminhado à Delegacia de Pronto Atendimento de São Leopoldo.

Na primeira prisão, ocorrida no dia 27, ele furtou um televisor e foi capturado fugindo a pé. Ao ser questionado sobre onde estava o aparelho, Soares disse que havia deixado na casa da namorada.

Fonte: Gaúcha

Homens assaltam loja e são presos pela Brigada Militar em Nova Tramandaí, no Litoral Norte

Assaltantes fugiram no carro dos proprietários da loja

Foto: Brigada Militar

Dois homens foram presos após assaltarem uma loja de piscinas na manhã desta quinta-feira (9), em Nova Tramandaí, no Litoral Norte. Conforme informações da Brigada Militar, os assaltantes fugiram no veículo dos proprietários da loja e foram capturados pela polícia próximo a um lixão localizado na Avenida Perimetral.

O carro e as armas foram apreendidos pela polícia. A ocorrência está em andamento.

Fonte: Gaúcha

Corpo de mulher é encontrado em açude na zona Sul da Capital

O corpo de uma mulher foi encontrado em um açude na manhã desta quinta-feira (9), no bairro Serraria, na zona Sul de Porto Alegre. Conforme informações da Brigada Militar, uma pessoa que foi até o local encontrou o corpo boiando próximo às margens.

A ocorrência foi registrada às 11h45, no Beco do Guará, próximo à rua Julieta Abott. A vítima ainda não foi identificada. A área foi isolada para os trabalhos da perícia.

Fonte: Gaúcha

Foragida é presa em Caxias do Sul

Uma foragida foi recapturada na noite de quarta-feira em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. Segundo a Brigada Militar, a mulher deu entrada no Hospital Geral, lesionada com um corte na cabeça e escoriações na perna esquerda. Foi constatado pelos policiais que a mulher de 44 anos, tinha em seu nome um mandado de prisão e não quis informar o nome do autor da agressão.

Fonte: Ação Preventiva

BM prende por assalto a pedestre em Caxias do Sul

Um homem foi preso após assaltar um pedestre na manhã de quarta-feira, na Rua Dom João Batista Scalabrini, bairro Marechal Floriano, em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o roubo aconteceu no bairro Rio Branco. Buscas foram realizadas e os policiais abordaram o veículo GM / Celta de cor branca, ano 2005, tripulado por F. R. L. 35 anos, (possui antecedentes por lesão corporal, desobediência, ameaça, outros crimes, receptação e ainda não tinha passagem pelo sistema criminal), e uma mulher de 42 anos, (possui antecedente por tráfico, apreensão de objeto, outros crimes e cabe salientar que JANE deu entrada por tráfico de entorpecente dia 20/10/16, saindo dia 21/10/16).

Os autores foram conduzidos até a Delegacia de Polícia para o registro. A vitima do roubo a pedestre compareceu na delegacia e reconheceu o homem de 35 anos como o autor. Foi lavrado o flagrante, sendo que o celular roubado da vitima já havia sido vendido para um indivíduo no Bairro Nossa Senhora de Lourdes próximo ao Mercado Barcelona. A mulher de 35 anos que estava junto com o autor foi ouvida e liberada.

Na manhã de ontem a Brigada Militar recebeu, outros dois chamados por roubo a pedestre na área central, envolvendo um casal e um veículo Celta Branco.

Fonte: Ação Preventiva

Bandidos roubam caminhão com carga de frango em Caxias do Sul

A carga roubada era avaliada em R$ 30 mil.

Um veículo foi roubado na manhã de quarta-feira-feira na BR 116, bairro Galópolis em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o motorista foi abordado próximo ao quebra-molas por um veículo que não soube identificar. Os criminosos mandaram o motorista e o seu auxiliar entrar no veículo e não viram mais nada. Próximo das 10hs pela Rota do Sol, os indivíduos mandaram as vitimas correr em direção ao mato sem olhar para trás, sendo que roubaram o caminhão MERCEDES BENZ, modelo 1726, de cor Branca, ano 2015 de placa IWM-4447, com carga de frango avaliada em R$ 30 mil reais.

Fonte: Ação Preventiva

Agência bancária do Banrisul é alvo de explosão em Caxias do Sul

O posto da agência bancária do Banco Banrisul foi alvo de explosão na madrugada de quarta-feira, na Rua Hércules Galo, bairro Galópolis, em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, ao término da explosão de um dos caixas eletrônicos, testemunhas viram dois homens recolhendo o dinheiro do caixa e de uma gaveta. Os criminosos fugiram em seguida em duas motos em direção à BR 116.

No local, constataram-se danos de grande monta na sala de auto-atendimento, especialmente em um dos caixas eletrônicos. Compareceu no local a empresa EPAVI, responsável pelo monitoramento da agência, Polícia Civil e Perícia.

Fonte: Ação Preventiva

Greve da PM do Espirito Santo, numeros de mortes só aumenta

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Polícia apreende 16 kg de maconha abandonados em estrada de Santa Maria

Esta foi a maior apreensão da droga na cidade em 2017

Foto: Polícia Civil /Divulgação

A Polícia Civil apreendeu 16 kg de maconha que estavam abandonados no distrito de Boca do Monte, no interior de Santa Maria. A droga estava separada em tijolos, dentro de um saco, em um matagal nas margens da estrada de Canabarro. 

Conforme os policiais, uma denúncia levou a equipe até a droga. Eles chegaram a ficar de tocaia por duas horas para tentar flagrar alguém recolhendo o saco, mas ninguém apareceu.

A suspeita é de que a maconha tenha sido deixada lá para que outra pessoa pegasse. A Polícia investiga a origem da droga. 

Esta foi a maior apreensão de droga em 2017 em Santa Maria.

Fonte: Gaúcha SM

Homem morre em incêndio no interior de Formigueiro

Ele morava sozinho na casa que pegou fogo

A Polícia Civil investiga as causas de um incêndio que vitimou um homem de 59 anos no interior de Formigueiro, na Região Central. Renato da Silva Vargas estava em casa, na localidade de Fundo do Formigueiro.

O caso aconteceu por volta das 23h30 da última segunda-feira (6). O homem morava sozinho, em uma casa que fica a cerca de 20 quilômetros do centro da cidade. Conforme a Polícia Civil, vizinhos viram as chamas e chamaram o socorro.

Quando os policiais chegaram, Renato já estava sem vida. A casa, que era de madeira, estava totalmente destruída. A suspeita é que a chama de uma vela ou do fogão à lenha tenha dado início ao incêndio. A residência não tinha luz elétrica.

Fonte: Gaúcha

PRF apreende mais de 55 mil maços de cigarros contrabandeados em Rio Grande e Pelotas

Três homens foram presos nas abordagens

Foto: PRF /divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu entre a madrugada e manhã desta quarta-feira (8), 57,5 mil maços de cigarros contrabandeados na Região Sul do Estado.

A primeira apreensão ocorreu na BR-392, em Rio Grande. Dois veículos transportavam 47,5 mil maços de cigarros paraguaios em dois veículos. Na ação, dois homens – de 24 e 37 anos - foram presos. A carga foi avaliada em aproximadamente R$ 240 mil.

Já na manhã de hoje, a PRF e a Receita Federal realizaram a segunda apreensão, na BR-116, em Pelotas. O condutor, um homem de 31 anos, foragido da Justiça, foi abordado com 10 mil maços de cigarros contrabandeados. O carro era roubado e clonado. Os presos foram encaminhados à delegacia. 

Fonte: Gaúcha

Homem joga álcool e ateia fogo no corpo da companheira em Rio Grande

Vítima está internada com queimaduras na cabeça e no pescoço

Um homem de 26 anos é suspeito de jogar uma garrafa de álcool e atear fogo no corpo da companheira de 39 anos após uma discussão. O caso ocorreu na noite de terça-feira (7), no Bairro Parque Marinha, em Rio Grande.

A vítima está internada no hospital Santa Casa com queimaduras, principalmente na cabeça e no pescoço.

Segundo informações preliminares da Delegacia da Mulher, o homem não aceitou o fim do relacionamento. A vítima já havia registrado ocorrência de agressão na Polícia Civil, mas, à época, não representou contra o companheiro e também não solicitou medidas protetivas.

A delegacia já encaminhou à Justiça pedido de prisão preventiva do homem. 

Fonte: Gaúcha

Bombeiros realizam buscas por guarda de Novo Hamburgo que desapareceu em SC

Rafael dos Santos Moraes, 31, foi visto pela última vez no domingo.

Bombeiros de Santa Catarina realizam buscas nesta quarta-feira (8) por um guarda municipal de Novo Hamburgo que desapareceu durante uma trilha na Guarda do Embaú, em Palhoça, na grande Florianópolis. Rafael dos Santos Moraes, 31 anos, foi visto pela última vez no domingo.

As buscas ocorrem desde a segunda-feira com auxílio de duas equipes por terra, dois jet-skis, um bote e um helicóptero. De acordo com o comandante das buscas, Tenente Ireno, Rafael viajou até palhoça de bicicleta. Ele chegou ao Parque Ecológico Serra do Tabuleiro por volta das 6h30, duas horas antes do início do serviço de salva vidas. Ele teria dito à funcionários que faria uma trilha. Mais tarde, seus objetos pessoais (carteira, uma câmera fotográfica e os documentos) foram encontrados junto à praia. Na segunda-feira, a bicicleta ainda estava no estacionamento, o que fez com que guarda fosse dado como desaparecido.

Pelas características, os bombeiros acreditam que Rafael possa ter se afogado, mas não descartam que ele tenha se perdido em uma das trilhas do parque:

“Há casos de pessoas que ficaram presas em rede de pesca. Estamos procurando em todos os locais. É um trabalho minucioso”, destacou o tenente.

A esposa de Rafael e dois guardas municipais de Novo Hamburgo também estão no local para auxiliar nas buscas.  

Rafael Moraes é natural de Alagoínhas, na Bahia, e trabalha como guarda municipal de Novo Hamburgo desde 2012. Conforme informações da corporação, ele atua no projeto Escola Mais Segura, patrulhando escolas nos bairros Rondônia e Santo Afonso.

GAÚCHA

Adolescente de 14 anos morre após confronto em São Leopoldo

A Brigada diz que o menino reagiu a uma abordagem

Um adolescente de 14 anos morreu após reagir a uma abordagem policial na manhã desta quarta-feira (8), em São Leopoldo. Conforme informações da Brigada Militar, o jovem, que não teve o nome divulgado, atirou contra o policial que havia lhe dado voz de prisão. 

A ocorrência foi registrada por volta das 12h na Avenida Caxias do Sul, no bairro Rio dos Sinos. O policial fazia ronda quando viu o adolescente apontando uma arma para um homem que empurrava uma moto. Ele deu voz de prião ao jovem, mas os dois acabaram trocando tiros.

O adolescente tinha antecedentes por porte ilegal de arma. 

Fonte: Gaúcha

Colisão entre caminhão e carro deixa um morto na RS-389

Trânsito está em meia pista no quilômetro 18

Um acidente entre um caminhão e um carro deixou uma vítima e bloqueia parte do trânsito no quilômetro 18 da RS 389, em Osório, no começo da tarde desta quarta-feira. Conforme informações do Comando Rodoviário da Brigada Militar, o fluxo é normal.

A polícia atende a ocorrência e aguarda a perícia para a remoção do corpo do condutor do carro. 

Fonte: Gaúcha

"Eu só queria tirar alguém vivo", diz homem que resgatou corpos de vítimas de afogamento em Caxias

Velório de pai e filhas ocorre na igreja de Vila Oliva. Neto será sepultado em Esmeralda

Foto: Marcelo Casagrande /Agencia RBS

O clima era de comoção no velório de três das quatro pessoas da mesma família que morreram afogadas no final da tarde de terça-feira num açude de Vila Oliva, interior de Caxias do Sul. Na manhã desta quarta-feira, o pai, Adão Pinto Vieira, 65 anos, era velado entre os corpos das filhas, Bruna da Silva Vieira, 20, e Brenda da Silva Vieira, 14. O sepultamento está marcado para às 17h desta quarta, no cemitério da comunidade de Vila Oliva. O neto de Adão, Gabriel Gasperin Pinto, 14, será sepultado em Esmeralda, cidade onde morava. As informações são do Pioneiro.

Entre os amigos e familiares que lamentavam a tragédia estava o funcionário público Ginésio Rech, 53. Foi ele quem resgatou os corpos de Bruna, Brenda e Gabriel. Muito emocionado, Rech lamenta não ter conseguido retirar os três com vida. O corpo de Adão foi resgatado por outras pessoas, minutos antes.

"Como eu sei nadar, na hora eu só queria tirar alguém com vida. Mas, infelizmente, não deu tempo. A minha ficha só caiu uma hora depois. Foi muito desespero, uma tristeza sem tamanho", diz ele, que levou 15 minutos para encontrar os corpos.

O açude onde as vítimas se afogaram foi construído para que cavalos bebessem águam e também fossem banhados. Conforme Rech, no centro do local foi cavado um buraco para que os animais entrassem, mas a profundidade não representava perigo, aparentemente. 

"Quando eu entrei na água, pensei que era raso. Mas, logo cai nesse buraco. Foi ali que encontrei o corpo de uma das meninas. Depois, nadei mais uns metros e encontrei a outra. Nessa hora, me falaram que tinha mais uma pessoa. Daí, consegui me firmar num barranco e com os pés localizei o corpo do menino", explica Rech, que ficou sabendo da tragédia através do grupo de WhatsApp da comunidade.

Os afogamentos aconteceram em sequência. O primeiro a se afogar foi Gabriel, que estava montado no cavalo. O animal estaria bebendo água, quando resvalou próximo ao buraco e se assustou. Com isso, o menino foi lançado para dentro do valo, com cerca de 2,5 metros de profundidade. Sem saber nadar, ele se afogou e não conseguiu mais voltar para a superfície. 

Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Minutos depois, o irmão de Gabriel percebeu que o cavalo voltou para casa sozinho e foi até o açude. Desesperado, ao visualizar Gabriel se afogando, ele chamou ajuda. Foi nessa hora que Bruna, Brenda e Adão entraram no açude, formando um cordão humano. Os três não sabiam nadar.

Apaixonados pelo tradicionalismo

Pai e filhas faziam parte do CTG Parque de Rodeios de Vila Oliva. Bruna e Brenda, inclusive, eram membros do piquete de prendas há quatro anos. No último final de semana, ambos participaram de um rodeio na comunidade.

"Elas estavam muito felizes. Essa a vida que gostavam, viver no meio da natureza, cuidando dos animais. A Bruna realizava o sonho de cursar Medicina Veterinária", conta a amiga da família, Michele Roberta Daneluz, 37. 

Brenda ainda estudava na Escola Erny de Zorzi, mas também já demonstrava que seguiria os passos da irmã. A lida do campo sempre foi uma paixão para ela, assim como para o Pai, que há quatro anos, quando voltou a morar em Vila Oliva, assumiu a responsabilidade de cuidar de uma propriedade rural. A casa onde vivia com as filhas, a esposa e mais um filho pequeno, de seis anos, fica a poucos metros do açude onde perderam a vida.

"Ele é considerado mais do que um funcionário. Sempre foi muito trabalhador e amava o que fazia. Nos finais de semana ficava envolvido com os rodeios", diz o compadre Ginésio Rech.

O neto de Adão, Gabriel, também já era apegado às tradições gaúchas. Há algumas semanas, o menino veio de Esmeralda até Vila Oliva passar férias na casa do avô.

PIONEIRO

Policiais civis do Espírito Santo fazem greve após morte de colega

Agente foi morto em serviço quanto tentou evitar um assalto.

Foto: Tânia Rêgo /Agência Brasil

Os policiais civis do Espírito Santo fazem uma paralisação até meia-noite desta quarta-feira (8) em protesto pela morte de um investigador ontem em Colatina, na região norte do estado. O agente foi morto em serviço quanto tentou evitar um assalto.

Entidades da Polícia Civil que reúnem delegados, peritos, investigadores, médicos legistas, peritos criminais e agentes não descartam uma greve por reajuste salarial e melhores condições de trabalho. O Sindicato dos Policiais Civis do Espírito Santo fará uma assembleia amanhã à tarde para deliberar sobre a questão. A categoria apoia o movimento dos policiais militares do estado, que há cinco dias deixaram de fazer o patrulhamento das ruas.

As manifestações dos PMs começaram na sexta-feira (3), quando parentes de policiais, principalmente esposas, se reuniram em frente a 6ª Companhia, no bairro de Feu Rosa, no município da Serra, na Grande Vitória, e bloquearam a saída de viaturas. O grupo reivindica reajuste salarial e o pagamento de auxílio-alimentação, periculosidade, insalubridade e adicional noturno aos policiais.

Os protestos se estenderam para outros batalhões durante o fim de semana e, segundo a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar do Estado do Espírito Santo, atingem todos os quartéis do estado.

AGÊNCIA BRASIL

Procurado da justiça é preso em Torres

Um procurado da justiça foi preso por volta das 22h54min de terça-feira em Torres. Conforme a Brigada Militar, o homem foi abordado na Avenida Beira-Mar, bairro Molhes. Havia contra o mesmo um mandado de prisão expedido pela primeira vara de execuções criminais da comarca de Campo Bom.

Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia para o registro.

Fonte: Ação Preventiva

BM prende por posse de drogas no Litoral Norte

image

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

Na manhã de terça-feira, guarnições da Brigada Militar de Torres efetuaram barreira na divisa do Estado com Santa Catarina visando prevenir, bem como abordar e prender indivíduos que utilizam veículos para cometerem crimes ou também efetuar fiscalização de trânsito. Em uma abordagem e revista a um dos 33 veículos abordados na barreira, foram presos 2 indivíduos, E.S.H. de 20 anos e L.C.C. de 34 anos com 17,5 gramas de Maconha, R$1997,00 em moeda corrente e 07 aparelhos de telefone celular e 01 GPS, diante dos fatos foi conduzido a delegacia por suspeita de Receptação e acusado de Posse de Entorpecentes.

image

Fonte: Ação Preventiva

Homem é assassinado a tiros em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha

Um homem foi morto a tiros na noite de terça-feira em Caxias do Sul. Segundo a Brigada Militar, a vítima de 35 anos, conhecido como “Preguinho” foi alvejado por mais de seis disparos de arma de fogo às margens da Rota do Sul (RST 453), bairro Santa Fé.

Ele foi atingido na cabeça e no pescoço. “Preguinho” possui indiciamentos por tráfico de entorpecentes, furtos qualificados e acusações por tráfico, furto qualificado, extorsão e contra ele havia um mandado de prisão em aberto.

Fonte: Ação Preventiva

Quatro pessoas morrem afogadas em açude na Serra Gaúcha

No final da tarde de terça-feira, na localidade de Vila Oliva, foi comunicado ao CIOSP de Caxias do Sul, de que num açude havia quatro pessoas mortas por afogamento. Foram localizados os corpos de um homem de 65 anos e as filhas, de 20 anos e outra de 14 anos, além do um menino de 13 anos. O Corpo de Bombeiros compareceram no local para a retirada dos corpos.

As causas estão sendo investigadas.

Fonte: Ação Preventiva

Procurado da justiça por homicídio é preso em Caxias do Sul

Foi apreendido uma pistola e um carro clonado.

Um homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo e carro roubado na noite de terça-feira em Caxias do Sul. Conforme a Brigada Militar, o homem foi abordado na Rua Alcides Barrazatti, bairro Vila Verde e constatado que havia contra o mesmo dois mandados de prisão em aberto, ambos por homicídio.

Foi apreendido com ele uma pistola municiada, uma camionete I/GM/Captiva Sport, cor preta, placa clonada e quinze comprimidos de ecstasy.

Ele foi apresentado na Delegacia de Polícia.

Fonte: Ação Preventiva

Estabelecimentos comerciais são roubados em Caxias do Sul

Dois estabelecimentos comerciais são assaltados em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha. Conforme a Brigada Militar, por volta das 13h07min de terça-feira,  dois homens armados invadiram o estabelecimento, anunciando o roubo. O fato aconteceu na Rua dos Direitos Humanos, bairro Presidente Vargas. Do local foi roubado uma quantia em dinheiro e após fugiram a pé.

Ainda na tarde de terça-feira, na Rua do Marquês do Herval, bairro centro, esquina com a Rua Os Dezoito do Forte, numa loja de bijuterias, dois homens armados e uma mulher, invadiram o estabelecimento anunciando o roubo. Foi roubado dinheiro, acessórios e bijuterias.

Fonte: Ação Preventiva

Suspeitos de cometer série de roubos são presos no bairro Tom Jobim

Na noite de domingo (05/02), policiais militares do 17° Batalhão de Polícia Militar efetuavam patrulhamento pelo bairro Tom Jobim quando avistaram uma motocicleta Honda CB 300 de cor amarela tripulada por um indivíduo e sendo guarnecida por um automóvel VW Gol de cor cinza no qual estavam outros três homens. Antes disso, ligações foram recebidas pela Sala de Operações da unidade fazendo referências a indivíduos que, tripulando uma motocicleta com as mesmas características, cometeram roubos a pedestres e comércios. Durante a abordagem foram localizados e apreendidos duas armas de fogo, munição, telefones celulares, blocos de anotações e dinheiro. Foram presos e encaminhados à DPPA de Gravataí Michel, 18 anos, Lucas, 26 anos, Ênio, 52 anos (com antecedentes por ameaça, lesão corporal, porte ilegal de arma) e Paulo, 26 anos (antecedentes por ameaça, roubo de veículo, homicídio entre outros crimes).

Fonte: Ação Preventiva

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Sartori adia votação de pacote e Dep. Jeferson Fernandes solta o verbo

Nove casas prisionais gaúchas estão sem monitoramento por câmeras

Susepe não renovou contrato com a empresa que prestava o serviço.

Foto: Reprodução /Centro Integrado de Monitoramento de São Leopoldo

Nove casas prisionais do Rio Grande do Sul estão sem monitoramento interno através de câmeras de segurança. O contrato com a empresa responsável pelo serviço terminou em janeiro deste ano e não foi renovado pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Também não foi providenciado a tempo um novo contrato para evitar a paralisação do controle dos presos pelos equipamentos. 

Em nota, a Susepe afirma que está "analisando a possibilidade de contratação emergencial para o serviço de monitoramento por câmeras, com posterior processo de licitação, com vistas à contratação do serviço por outra empresa".

Por razões de segurança, as unidades sem câmeras não foram informadas. A Superintendência não informou também por que não renovou o contrato, nem por que não providenciou outro acordo a tempo de evitar a interrupção do serviço.

Fonte: Gaúcha

Quase 90 presos são mantidos de forma provisória em delegacias da Região Metropolitana

Na última sexta-feira (3), o número de presos em delegacias era 116.

As delegacias de Porto Alegre e da Região Metropolitana estão com 71 presos aguardando vagas em presídios nesta terça-feira (7). Os detidos são custodiados na 2ª e na 3ª DPPA, em Porto Alegre, Gravataí, Viamão, Alvorada, São Leopoldo e Novo Hamburgo.

Segundo dados do Departamento de Polícia Metropolitana, são 18 presos em Novo Hamburgo, cinco em Gravataí, Viamão e em Alvorada e seis em São Leopoldo. Em Porto Alegre, dez detentos estão na 2ª DPPA e sete na 3ªDPPA além de 15 no ônibus usado como cela.

Na última sexta-feira (3), o número de presos em delegacias era 116.

De acordo com a Susepe (Superintendência dos Serviços Penitenciários), os presos estão sendo transferidos à medida que surgem vagas no sistema prisional

Fonte: Gaúcha

Bandidos atacam loja dentro de shopping de Porto Alegre e roubam celulares

Cerca de 200 iPhones foram roubados pelos bandidos no assalto.

Quatro bandidos atacaram uma loja do shopping Bourbon Wallig, na zona norte de Porto Alegre, na tarde desta terça-feira (7), e roubaram diversos aparelhos celulares. Segundo a Brigada Militar, o bando entrou no centro comercial, localizado na Avenida Assis Brasil, por volta das 15h15, e anunciou o assalto na loja iPlace.

Cerca de 200 iPhones foram roubados pelos bandidos. Funcionárias relataram que um dos criminosos estava armado, mas ninguém foi ferido na ação.

Fonte: Gaúcha

Brigada Militar captura foragido em Nova Petrópolis

image

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na noite de segunda-feira, a guarnição realizava policiamento ostensivo na área central, quando suspeitaram de um Fiat/Uno vermelho que passava pelo local.

Os policiais tentaram abordar o veículo para uma fiscalização de rotina, porém o condutor não obedeceu aos comandos de parada e fugiu do local, sendo acompanhado por algumas quadras. Ele abandonou o veículo na Rua Rio Branco, Bairro Centro e tentou sair correndo, porém foi detido logo após.

O condutor foi abordado e identificado. Tratava-se de E.T.S., 28, foragido da justiça de Canela. Ele tem diversos antecedentes policiais, inclusive por estupro e roubo a estabelecimento comercial.

O indivíduo foi então encaminhado à Delegacia de Polícia e após foi conduzido de volta ao sistema prisional. O veículo foi recolhido por apresentar irregularidades na documentação. Outros dois ocupantes que estavam no veículo também foram detidos para averiguação e por não apresentarem nenhuma irregularidade, foram liberados.

Fonte: Ação Preventiva

Policial da Força Nacional tem arma roubada em assalto a hotel no Centro de Porto Alegre

Agente estava hospedado no local e foi rendido na recepção.

Um policial da Força Nacional de Segurança teve a arma roubada durante um assalto ao Hotel Embaixador, na noite desta segunda-feira (6), no Centro de Porto Alegre. O crime ocorreu por volta das 22h30, na Rua Jerônimo Coelho. A arma roubada foi uma pistola .40.

Segundo a polícia, o agente da Força Nacional estava hospedado no hotel e não usava uniforme quando foi rendido na recepção por dois homens armados. Ninguém ficou ferido.

Após atacarem o policial e os funcionários do hotel, os criminosos fugiram em um veículo e ainda não foram localizados. Duas viaturas da Força Nacional foram enviadas ao local para prestar apoio no atendimento da ocorrência.

Fonte: Gaúcha

Homem é encontrado morto em Viamão

Vítima ainda não foi identificada

Um homem ainda não identificado foi encontrado morto no Beco do Grafulha, no Bairro Estância Grande, em Viamão, no final da noite desta segunda-feira (6). A vítima tinha marcas de tiros na cabeça e no pescoço. O local do crime é conhecido pela Brigada Militar como ponto de tráfico de drogas. Não há informações sobre os autores.

Fonte: Gaúcha

Força Nacional se une ao Exército para retomar policiamento no Espírito Santo

Com a greve dos PMs, aumentou a violência no Estado

A capital do Espírito Santo ainda sente os efeitos da falta de policiamento. Os PMs não saem dos quartéis num protesto para pedir aumento salarial. Os ônibus de transporte urbano não circulam na região da Grande Vitória, mesmo com o Exército nas ruas. As aulas continuam suspensas.

Além do Exército, a Força Nacional também foi autorizada a atuar no Estado e 1,2 mil agentes serão mobilizados a partir desta terça-feira(7). As informações são do portal G1 e da Agência Brasil.

Desde o fim de semana, o Espírito Santo registra aumento dos homicídios, saques em lojas e incêndio de coletivos.

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, está em Vitória para acompanhar de perto a situação.

GAÚCHA

Homem é morto dentro de apartamento em Canoas

Um homem foi morto na madrugada desta terça-feira (7)  em Canoas. O crime ocorreu no Loteamento Morada Cidadã, no Bairro Fátima, por volta das 3h. Anderson Silva, de 24 anos, foi encontrado morto em um apartamento. Ele tinha ferimento de faca nas costas e marca de tiro na cabeça. Segundo a polícia, a vítima tinha antecedentes por furto e arrombamento a residência. Ninguém foi preso.

Fonte: Gaúcha

Região Metropolitana tem média de seis assassinatos por dia em janeiro

Pelo menos 200 pessoas foram vítimas de homicídio ou latrocínio na Grande Porto Alegre, o maior número dos últimos seis anos

No dia 30 de janeiro, Força Nacional, policiais civis e IGP foram à cena de crime na Zona Leste - Foto: Camila Domingues /Agencia RBS

Os primeiros 31 dias do ano conseguiram mostrar que qualquer esforço das autoridades de segurança para reverter os índices de violência extremos observados em 2016 na Região Metropolitana — e especialmente em Porto Alegre — até agora foram em vão. 

Pelo menos 200 pessoas foram assassinadas na região em janeiro, conforme o levantamento da Editoria de Segurança do Diário Gaúcho e Zero Hora. Em média, seis pessoas foram mortas diariamente. É o janeiro mais violento da região desde que o levantamento foi iniciado, em 2011.

A morte da adolescente Ohana Souza, 16 anos, é símbolo de que o ano virou e a rotina violenta só piorou. Um grupo de homens armados disparou a esmo contra jovens que saíam de uma festa na madrugada do sábado, dia 28 de janeiro, junto ao local conhecido como Esplanada, que deveria ser ponto de encontro e marco da paz no bairro Restinga, na zona sul da Capital. Ohana morreu no local. Outros seis jovens ficaram feridos.

"Era uma menina linda, feliz e cheia de planos. Nunca teve nenhum envolvimento com nada de errado. Arrancaram um pedaço de mim, como vão arrancar de muitas mães. Infelizmente a minha filha vai ser só mais uma inocente morta pela violência. Me sinto um lixo com tudo isso", desabafa a mãe, Rosângela Sabre, 49 anos.

Ohana era a sexta de oito filhos da operadora de caixa. Havia concluído a sétima série e estava empolgada com a perspectiva de um primeiro emprego. Com medo da violência, há três anos a família havia abandonado o bairro.

"Naquele fim de semana, estávamos visitando familiares na Restinga e a Ohana foi para a casa do namorado. Ela acabou ficando em um barzinho porque a família dele estava lá, mas dizia para ela voltar cedo para casa. Ultimamente é impossível circular nas ruas da Restinga sem correr o risco de levar um tiro", diz a mãe.

Desde dezembro, 25 agentes e um delegado da Força Nacional de Segurança reforçam o Departamento de Homicídios da Capital. É esperado para o dia 15 o pontapé inicial do Plano Nacional de Segurança a partir de Porto Alegre. Por enquanto, o novo fôlego ainda não surtiu efeito. Pelo menos 95 pessoas foram vítimas de homicídios e outras duas de latrocínios (roubo com morte) na Capital. Em relação a janeiro do ano passado — o aumento é de 27,6%.

O janeiro violento não se restringe a Porto Alegre — Canoas e São Leopoldo multiplicaram os índices de mortes no primeiro mês do ano. Há, ainda, um agravante que tem na morte de Ohana uma amostra: a guerra entre facções criminosas, que até o final do ano passado parecia estar cada vez mais limitada à Zona Norte, explodiu também no bairro Restinga, do outro lado da cidade, com o mesmo terror que marcou o começo do conflito entre bandidos em janeiro do ano passado entre as zonas Leste e Norte.

Em 2016, pelo menos oito pessoas foram assassinadas no bairro em janeiro. Mais do que os sete casos ocorridos de 2015, considerado até agora o ano mais violento na Restinga desde o começo da década e superior a uma vítima de janeiro passado.

Ainda assim, os bairros Mario Quintana, com 11 vítimas, Sarandi, com nove, e Rubem Berta, também com nove — todos na Zona Norte — concentram o maior volume de assassinatos em Porto Alegre na arrancada de 2017.

Um líder está isolado

Quando a guerra entre facções estourou no começo de 2016, não demorou muito para que os investigadores do Departamento de Homicídios da Capital detectassem em Jackson Peixoto Rodrigues, o Nego Jackson, 33 anos, o catalizador do conflito. Ele é apontado como articulador de aliança entre diversas quadrilhas para formar uma frente contra a facção criminosa originária do bairro Bom Jesus e que nos últimos anos teve o maior avanço na Região Metropolitana com ações violentas.

Ao longo do ano passado, a lista de homicídios atribuídos ao mando de Nego Jackson foi crescendo. Chegou a nove. E, no dia 12 de janeiro deste ano, o criminoso foi finalmente capturado pela polícia paraguaia em Pedro Juan Caballero, suspeito de envolvimento em um duplo homicídio no país vizinho. Na semana passada, o plano desenvolvido pela Secretaria da Segurança desde o ano passado, de isolar as lideranças em conflito em presídios federais, começou a se concretizar. Nego Jackson foi trazido do Paraguai para o presídio federal de Cascavel, no Paraná.

"O poder das facções têm estruturação dentro das cadeias na Região Metropolitana. É muito difícil conseguirmos isolar realmente um preso nessas condições. O presídio federal, hoje, é um lugar que ainda representa um freio para esses criminosos", avalia o diretor de investigação do Departamento de Homicídios, delegado Gabriel Bicca.

Canoas, alta de 130% nas mortes

Em janeiro, 23 pessoas foram assassinadas em Canoas. É mais do que o dobro das 10 vítimas do mesmo mês no ano passado.

"Esse aumento nos pegou de surpresa. O que temos é um grupo criminoso tentando se sobrepor a outro para tomar pontos de tráfico pela força, mas vamos diagnosticar esses homicídios para entendermos este fenômeno", afirma o delegado regional Rosalino Seara.

O delegado Valeriano Garcia Neto, titular da Delegacia de Homicídios de Canoas, limita-se a informar que os crimes são decorrência das disputas do tráfico. Já o comandante interino do 15º Batalhão de Polícia Militar, major Rogério Araújo, vai além:

"Temos a confirmação de que 21 vítimas tinham algum tipo de relação com o tráfico".

No bairro Mathias Velho, onde aconteceram oito assassinatos — a maioria na cidade da Região Metropolitana, uma facção que tem origem na zona leste da Capital entrou em confronto com rivais que controlavam o comércio de drogas local.

A crise — agravada pela superlotação da carceragem da Delegacia de Pronto-Atendimento local — forçou a realização de reunião de emergência entre a chefia de polícia, o comando regional da Brigada Militar e a Guarda Municipal de Canoas. A promessa é iniciar uma série de ações para "congelar" as áreas onde estão concentrados os maiores índices de homicídios.

"Queremos identificar lideranças. A ideia é inibir os criminosos", afirma o major.

São Leopoldo, quase o triplo de assassinatos

Pelo menos 19 pessoas foram assassinadas em São Leopoldo. É quase o triplo dos sete crimes de janeiro do ano passado.

A violência fora do comum, conforme o chefe de investigação da Delegacia de Homicídios de São Leopoldo, Odilei Bettanin, foi resultado de confronto do tráfico localizado.

"Não é um conflito com a participação direta de facções criminosas rivais, como acontece de modo geral na Região Metropolitana. Trata-se de um grupo criminoso tentando retomar pontos de tráfico na região da Vila Brás", explica o policial.

A matança concentrou-se na primeira metade do mês, quando 12 pessoas foram mortas.

Fonte: Zero Hora

Bombeiros controlam incêndio em área de reflorestamento em Cidreira

Chamas começaram no domingo e ainda são combatidas

Incêndio nas proximidades da Lagoa Fortaleza assustou veranistas no Litoral Norte - Foto: Isadora Newmann /Agencia RBS

O Corpo de Bombeiros garante que conseguiu controlar o incêndio que atinge uma área de reflorestamento em Cidreira, no Litoral Norte. No entanto, alguns focos de chamas ainda são combatidos.

A mobilização do efetivo do Litoral Norte chega, nesta terça-feira (7), ao seu terceiro dia. O controle das chamas - quando se extingue a possibilidade de o fogo se alastrar - foi feito no final da tarde de ontem.

A área atingida é de árvores do tipo pinus, e fica no distrito de Fortaleza, nas proximidades da área do Parque Eólico. Os Bombeiros afirmam que uma grande extensão do terreno foi destruída, e um balanço com as perdas deve ser divulgado ao longo do dia.

Levada pelo vento, a coluna de fumaça foi percebida por veranistas na beira da praia de Tramandaí.

Não se sabe o que deu início ao fogo. Não há feridos.

Fonte: Gaúcha

Preso por morte de universitária em Erechim confessa crime e diz que matou para roubar celular

Suspeito tem 18 anos, é usuário de drogas e foi detido hoje.

Estudante foi morta a facadas após sair de apartamento em que morava - Foto: Reprodução /Facebook

Um suspeito de 18 anos foi preso nesta terça-feira (7) pela morte da universitária Carla Bernardo Chagas, 20 anos, ocorrida em janeiro deste ano em Erechim, no Norte do Estado. Ele admitiu o crime à Polícia Civil, e disse o ter cometido para roubar um smartphone.

Conforme o delegado Gustavo Ceccon, o preso é morador de rua e tinha como objetivo trocar o celular por crack. Ele conhecia a estudante, e a encontrou em uma distância aproximada de 50 metros do apartamento da família, no Centro do município.

“A motivação para o crime foi a subtração do celular da vítima. No primeiro momento, ela se negou a entregar o aparelho, quando o indivíduo desferiu duas facadas para levar o telefone, uma no abdome e outra no pescoço”, relatou o delegado.

Nas imagens de câmeras da região, os dois aparecem caminhando e conversando. O delegado diz que no momento em que eles chegaram em uma área mais escura, ele atacou a universitária.

Embora os indícios de latrocínio, a investigação vai apurar se o preso também tentou estuprar a estudante.


Homem confessou o crime. Foto: Polícia Civil/Divulgação.

Crime chocou cidade
Carla estudava Farmácia na Universidade Regional Integrada das Missões (URI) e não tinha antecedentes criminais. Pela forma que ocorreu, na região Central da cidade, o crime assustou os moradores.

"Erechim tem a violência crescente, como em todo o Estado, mas nem se compara com Porto Alegre. Aqui é tranquilo. Esse crime nos surpreende muito", destacou o delegado.

Em redes sociais, familiares de Carla lamentaram o assassinato.

"Hoje o sol não vai brilhar! Nossos corações estão explodindo de dor. A menina 'gateira' nos deixou, foi florir outros campos! Que teu riso solto alegre esse céu cinzento de hoje", postou uma prima da vítima no dia seguinte ao latrocínio.

O suspeito foi preso preventivamente, e não teve o nome divulgado.

Fonte: Gaúcha

Jovem reage a assalto e é baleado em Santa Maria

Ele entrou em luta corporal com o assaltante, que atirou contra a nádega da vítima.

Um jovem de 26 anos reagiu a um assalto e acabou baleado em Santa Maria na madrugada desta terça-feira (7). Abel da Silva Pinto foi atingido na nádega, e não corre o risco de morrer.

Conforme a Brigada Militar, o jovem estava na Rua Tuiuti, no centro da cidade, com a namorada e a cunhada. Os três estavam prestes a entrar no carro da vítima, quando foram abordados por um homem armado.

O homem anunciou o assalto e, então, Abel partiu para a luta corporal com ele. O assaltante disparou duas vezes, uma contra o carro e a outra contra a nádega da vítima.

O jovem conseguiu tirar a arma do assaltante e, então, efetuou disparos para cima. O ladrão fugiu. Abel foi socorrido e encaminhado para atendimento médico.

Fonte: Gaúcha SM

Polícia Investiga desaparecimento de idosa na zona Sul da Capital

Maria de Lourdes Vidal, 65, desapareceu no último dia 31 quando voltava da casa de seu advogado.

Foto: Rádio Gaúcha

A Polícia Civil vai recorrer a imagens de câmeras de monitoramento para obter pistas sobre o desaparecimento de uma idosa na zona Sul de Porto Alegre. Maria de Lourdes Vidal, 65, desapareceu no último dia 31, por volta das 22h, quando voltava da casa de seu advogado.

De acordo com o depoimento de testemunhas à Polícia Civil, Maria de Lourdes saiu da residência do advogado, no bairro Vila Assunção, com destino à sua residência, bairro Santa Cecília. Ela teria desaparecido quando tomou um ônibus até a Avenida Juca Batista.

Conforme a delegada Luciana Schimidt, do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a polícia trabalha com diversas linhas de investigação e não descarta que a idosa possa ter sido vítima de um homicídio. Familiares relataram e apresentaram à delegada algumas ocorrências de ameaça registradas por Maria de Lourdes na delegacia do Idoso.

Fonte: Gaúcha

Menor é detido e apreendido arma de fogo em Caxias do Sul

bb

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Um adolescente foi apreendido com arma de fogo na manhã de segunda-feira, em Caxias do Sul. Segundo a Brigada Militar, o menor de 17 anos foi abordado na Rua José do Patrocínio, bairro Euzébio Beltrão de Queiroz e com ele apreendido um revólver calibre 38 com cinco munições em situação de furto, 68 gramas de maconha e R$ 250,00 em dinheiro. 

Ele foi encaminhado até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento juntamente com sua responsável (mãe), onde após o registro foi liberado.

Fonte: Ação Preventiva

Brigada Militar prende por furto arrombamento em residência

01

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na tarde de segunda-feira, no bairro Centro, policiais militares do 34ºBPM efetuaram a prisão de M.K.L (34 anos) por furto em residência. Conforme a Brigada Militar, a prisão ocorreu após ligações para o 190, informando que um individuo teria adentrado no pátio de uma residência, foi deslocado uma guarnição para o local, aonde no interior da residência foi abordado M.K.L., o mesmo já estava com uma mala cheia de objetos do furto. O preso foi encaminhado ao hospital São Camilo posterior DPPA Canoas.

Fonte: Ação Preventiva

Menores são apreendidos em Caxias do Sul

Um adolescente foi apreendido no final da tarde de segunda-feira em Caxias do Sul. Segundo a Brigada Militar, contra o adolescente havia um mandado de apreensão expedido pelo Juizado Regional da Infância e Adolescência desde 2016 e outro menor de 16 anos que estava portando um revólver calibre 32 com seis cartuchos de calibre 32 intactos e um cartucho calibre 38.

Ambos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento. O menor de 16 anos foi entregue para o seu responsável, logo após o registro.

Fonte: Ação Preventiva

BM prende procurado da justiça e foragido na Serra Gaúcha

Farroupilha: Na tarde de segunda-feira, na Rua Pedro Grendene, bairro Volta Grande, foi abordado um homem de 37 anos, que possuía em seu desfavor um mandado de prisão expedido em 31/01/2017.

São Marcos: Ainda na tarde de segunda-feira, policiais militares em patrulhamento no Centro da cidade, abordaram um homem de 28 anos.  Após verificação no sistema informatizado, foi constatado que estava na situação de foragido. Ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia local e após ao presídio de Caxias do Sul.

Fonte: Ação Preventiva

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Susepe promete retirar detentos de presídio interditado no Norte do RS

Órgão decidiu acatar a decisão judicial que interdita a galeria do regime fechado do presídio de Palmeira das Missões.

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) decidiu acatar a decisão judicial que interdita a galeria do regime fechado do presídio de Palmeira das Missões, no Norte gaúcho. Conforme o órgão, parte dos 156 detentos – que ocupavam espaço de engenharia projetado para 48 – serão levados a outras casas prisionais da região. 

Não há prazo para desinterdição, que só pode ocorrer após a remoção dos presos e melhorias na estrutura. Um dos maiores problemas é a quantidade de colchões por cela.

Segundo o diretor do presídio, Dorival da Silva Godoi, os presos estão dormindo juntos em camas, por não haver um por pessoa. 

"Não tem um colchão para cada um. Eles podem ficar até no chão, mas tendo espaço para cada um dormir em colchões, o que não ocorre hoje", afirma. 

O limite imposto na decisão do juiz da 3ª Vara Judicial da Comarca de Palmeira das Missões, Antonio Carlos de Castro Neves Tavares, é de 109 presos na área masculina e 11 na feminina.

Fonte: Gaúcha

Motoristas infratores tentaram transferir pontos para 47 condutores mortos no RS

Reportagem do programa Fantástico revelou esquema paralelo de transferências de pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Foto: Jefferson Botega /Agencia RBS

O Detran gaúcho barrou em 2016 a transferência de pontos para 47 motoristas já falecidos. São casos em que no momento da autuação, essas pessoas que receberiam a punição já estavam mortas. Reportagem do programa Fantástico revelou esquema de comércio paralelo de transferências. Em 2016, foram 360 mil requerimentos. Desses, 13%, ou cerca de 47 mil foram indeferidos. Entre eles, 217 apresentaram suspeita de fraude e foram encaminhados para a Polícia Civil, incluindo os casos dos condutores mortos que receberiam os pontos, como destacou o assessor da direção-geral do Detran, Mauro Delvaux, em entrevista ao Gaúcha Repórter.

"A gente vêm trabalhando com vários mecanismos no sistema para que nos acuse situações que chamem a atenção. Por exemplo, a questão dos falecidos. Essa integração do sistema com o Instituto de Identificação do Estado", afirma.

Para os proprietários de veículos sem CNH autuados, existe a obrigação de indicar quem estava dirigindo no momento da infração cometida.

"Senão, é gerada uma nova infração com fator multiplicador também. A mesma situação se você apresenta um condutor com CNH suspensa, caçada ou vencida, nós aceitamos e geramos uma nova infração", explica.

Em relação ao caso de um homem que oferecia a retirada de pontos da CNH através do pagamento de propina em São Paulo, também revelado pelo programa Fantástico, Delvaux garante que não houve registro semelhante no Rio Grande do Sul.

Fonte: Gaúcha

17° BPM entrega comenda ao presidente do Sindilojas

Entrega da comenda

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na tarde de quarta-feira (01/02), foi entregue ao senhor José Nivaldo Rosa, presidente do Sindilojas-Gravataí, a “Comenda do 17º Batalhão de Polícia Militar – Batalhão Ten Cel Joe”. A condecoração tem por objetivo simbolizar a gratidão da unidade para com aqueles que à promovem e auxiliam em seu desenvolvimento. No ano de 2016, as ações do policiamento tiveram grande apoio da entidade agraciada, assim como de outras pessoas físicas e jurídicas que, no mês de setembro, receberam o distintivo. Parcerias como esta são fundamentais para a manutenção da segurança pública em nossa cidade. O batalhão foi representado pelo Tenente Lisboa, comandante do Pelotão de Operações Especiais.

Fonte: Ação Preventiva

Preso integrante de quadrilha que furtou mais de mil cabeças de gado no RS

Operação Campo Limpo ocorreu nesta manhã, em Gravataí, na Região Metropolitana

Uma Força Tarefa de Combate aos Crimes Rurais e Abigeato prendeu um homem na manhã desta segunda-feira (6) em Gravataí, na Região Metropolitana. O homem é integrante de uma quadrilha que roubava gado em Nova Prata, Rosário do Sul, Restinga Seca e Júlio de Castilhos.

A prisão ocorreu durante a Operação Campo Limpo. Conforme a investigação da força-tarefa, a quadrilha furtou mais de mil animais em 2016.

De acordo com a investigação, o gado era embarcado em caminhões boiadeiro clonados, durante a madrugada. Eles eram levados diretamente para os frigoríficos, onde eram abatidos. Os donos não percebiam a ação.

A Operação Campo Limpo já acumula 18 prisões, e visa diminuir os índices de abigeato no Estado. 

Fonte: Gaúcha

Homem é morto em confronto com a polícia em Caxias do Sul

Everton Ataide dos Santos, de 24 anos, estava em prisão domiciliar

Um confronto com a Brigada Militar resultou em um morto e dois feridos no final da manhã desta segunda-feira (6) no bairro Belo Horizonte, na Zona Norte de Caxias do Sul. O morto foi identificado como Everton Ataide dos Santos, de 24 anos. De acordo com a Brigada Militar, Santos estava em prisão domiciliar.

Ainda segundo a Brigada Militar, os policiais procuravam os ladrões que assaltaram um mercado no bairro Jardim Eldorado, por volta das 9h desta segunda e fugiram em um Clio cinza.

Por volta das 11h, os policiais se depararam com um Clio, roubado no dia 1°. Conforme a Brigada Militar, os ocupantes do veículo reagiram à abordagem. Além do suspeito que morreu, outros dois ocupantes do veículo foram detidos. A dupla tem 19 e 20 anos.

Fonte: Gaúcha

Garçom morto em assalto morava há menos de dois meses no bairro Floresta, em Porto Alegre

Altair Bock foi morto por ladrões de carro quando saía de casa

Altair e a companheira Lenir moravam no bairro Floresta desde dezembro - Foto: Reprodução /Arquivo Pessoal

Fazia menos de dois meses que o garçom Altair Bock, 31 anos, a companheira, Lenir Amorim, 48 anos, e as duas filhas dela moravam na casa da Rua São Carlos, no bairro Floresta, em que ele acabou sendo vítima de um latrocínio (roubo com morte) por volta das 16h de domingo. Ele foi atacado quando saía com o carro pela garagem da casa e seguiria para o trabalho, em um restaurante da Avenida Nilo Peçanha. As informações são de Zero Hora.

"Nós tínhamos preocupação com assaltos, como em qualquer lugar de Porto Alegre, mas nunca iríamos imaginar que pudesse acontecer isso conosco, porque ali não é muito comum. Tem moradores mais velhos ao redor", diz Lenir Amorim.

Na última quarta, Altair havia instalado um portão eletrônico na saída da garagem, justamente pensando na segurança. Na tarde de domingo, ele acionou o portão e só depois embarcou no carro para sair. Neste intervalo, dois criminosos aproveitaram a oportunidade.

Altair havia instalado o portão eletrônico na garagem, quarta passada Foto: Eduardo Torres / Diário Gaúcho

De acordo com a polícia, eles teriam anunciado o assalto e agredido o garçom com coronhadas na cabeça. Já caído e sem reação, Altair teria sido baleado duas vezes. Ao ouvir o barulho, Lenir tentou intervir e entrou em luta corporal com um dos bandidos. Ela escapou porque a arma já não tinha munições.

O Fiat Stilo estava equipado com corta-corrente e os bandidos acabaram abandonando o veículo nas proximidades, na Rua Conde de Porto Alegre. A 3ª DP de Porto Alegre agora procura por imagens que possam revelar pistas sobre os suspeitos, assim como a perícia a ser realizada no carro.

Altair era natural de Guaraciaba, na Região Oeste de Santa Catarina. Morava em Porto Alegre há 11 anos e há nove tinha um relacionamento com Leonir. O corpo do garçom está sendo levado para a sua cidade natal, onde será sepultado.

Fonte: Zero Hora

Criminosos atacam agências bancárias e fazem reféns no noroeste gaúcho

Cidade de Miraguaí viveu momentos de terror nesta segunda-feira (6)

A polícia faz cerco ao bando que assaltou as agências do Banrisul e do Sicredi na cidade de Miraguaí, no noroeste gaúcho, nesta segunda-feira (6). Os criminosos chegaram a fazer reféns durante o ataque, mas não há informações sobre feridos. Na fuga, até uma viatura da Brigada Militar foi utilizada pelos bandidos. 

Fonte: Gaúcha

Esgoto a céu aberto e desigualdade marcam cadeia de Porto Alegre

Galerias do presídio são controladas por facções criminosas, diz juiz.
Segundo CNJ, situação é uma das piores entre cadeias do RS.

Arte - presídio Porto Alegre (Foto: Arte/G1)

O Presídio Central de Porto Alegre, que foi rebatizado como Cadeia Pública de Porto Alegre, é um dos cinco presídios gaúchos que estão em péssimas condições, segundo relatório do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que analisa cadeias em todo o Brasil. São 4.552 presos em um lugar feito para abrigar 1.905, conforme a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe).

Em meio à crise nos presídios, o G1 publica reportagens sobre a situação de algumas das piores penitenciárias do país, de acordo com inspeções realizadas por juízes e divulgadas em relatório do CNJ.

A estrutura física não apresenta as mínimas condições para manutenção daqueles presos" - Cíntia Luzzatto, defensora pública. A superlotação é apenas um dos problemas do presídio central (veja vídeo abaixo).

O prédio, construído na década de 1950, é marcado por problemas estruturais e tem esgoto a céu aberto, segundo o juiz da 2ª Vara de Execuções Criminais (VEC), Sidinei Brzuska.

"O Central é uma estrutura antiga, condenada do ponto da engenharia, com condições muito inóspitas do ponto de vista da saúde. Nós temos esgoto correndo a céu aberto, e isso não tem conserto. É mais barato destruir e construir um novo [presídio] do que recuperar o que está ali."

O problema foi apontado na última inspeção da Defensoria Pública em outubro do ano passado, quando se exigiu melhorias. A situação não mudou após quase três meses.

"A estrutura física não apresenta as mínimas condições para manutenção daqueles presos", afirma a defensora pública Cíntia Luzzatto.

Presídio Central, Porto Alegre, superlotação,  (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)Presídio Central, Porto Alegre, superlotação, (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)

Condições desiguais
Além do esgoto, quem circula pelo local percebe clara desigualdade nas condições dos presos de galerias diferentes. Enquanto alguns tomam banho gelado por um cano de água, outros têm chuveiro e água quente. E celas com mais de 20 presos contrastam com espaços com um só morador.

"Tem pessoas que moram em celas vazias. Isso é controle interno da galeria. O estado não diz 'tu vai ficar nessa cela'. Não! O que o estado faz é abrir o portão e jogar para dentro e depois tu se vira", diz o juiz Sidinei Brzuska.

Juiz Sidinei Brzuska admite que facções assumiram controle de galerias por brecha aberto por estado (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)Juiz Sidinei Brzuska admite que facções assumiram controle de galerias por brecha aberta pelo estado (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)

Segundo o magistrado, o controle das galerias é feito por facções criminosas, que se aproveitam da falta de atuação do estado dentro dos presídios. Com isso, grupos criminosos encontraram uma nova forma de lucrar.

"Nós paramos de fornecer coisas básicas para os presos, como uma barra de sabão para se lavar, uma escova de dente. Isso tudo nós paramos de dar. E isso as facções passaram a dar. E transformaram esse vácuo do estado em um local altamente lucrativo", afirma Brzuska. Além de mantimentos, a facção garante a integridade física dos presos, segundo o juiz.

Mas tudo isso tem um preço. Segundo o magistrado, as famílias se tornam vítimas indiretas do crime e precisam desembolsar entre R$ 600 a R$ 800 por mês para manter o preso na cadeia. "Essas famílias levam dinheiro para dentro. O estado autoriza que elas levem dinheiro, e esse preso acaba entregando para quem controla lá dentro."

A dívida com a facção também acaba sendo paga no futuro com um novo crime, já do lado de fora do presídio, segundo o magistrado. "O preso que tem esse suporte familiar tem chance melhor de não reincidir, porque ele não vai ficar devendo para a facção. Pelo menos ele não sai com dívida", diz Brzuska.

Presídio Central, Porto Alegre, superlotação,  (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)Condições do Presídio Central da capital (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)

Mulheres de presos reclamam de situação
Constatar a desigualdade entre presos na Cadeia Pública de Porto Alegre não é muito difícil. O G1 conversou com duas mulheres de presidiários que aguardavam atendimento com um defensor público no Fórum Central.

"Situação totalmente precária", diz mulher de preso que está no Central em Porto Alegre (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)"Situação totalmente precária", diz mulher de preso
que está no Central em Porto Alegre - (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)

Maria (nome fictício), de 34 anos, reclama das condições precárias da galeria onde está o marido, que cumpre pena por fuga e posse de duas armas. "A situação é totalmente precária. O prédio, por mais que eles tentem limpar, tem aspecto de coisa suja, de imundo."

O marido dela dorme no chão e toma banho frio. "Não tem chuveiro, é só um cano que tem água gelada. Um chuveiro, para mandar entrar é bem complicado."

A mulher vai ao presídio duas vezes na semana, quando leva comida e dinheiro. Nas terças-feiras entrega R$ 50 para o marido e nos sábados mais R$ 75. Por mês, chega a desembolsar R$ 500.

Quando ela não consegue ir para o presídio, muitas vezes por não ter o que levar, o homem precisa se alimentar do "panelão", uma refeição feita pelos próprios presos. "É nojento, tem cheiro de podre, cheiro ruim", afirma a mulher.

"Para a maioria das pessoas, é aquela velha função: bandido bom é bandido morto. Só que ninguém pensa que um dia o pai do fulaninho pode estar ali dentro. Ou tu mesmo pode estar ali dentro. E se acontecer, e aí?", questiona.

Mulher reclama de situação de pátio, com esgoto à céu aberto (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)Mulher reclama de situação de pátio, com esgoto à céu aberto (Foto: Hygino Vasconcellos/G1)

Helena (nome fictício), de 32 anos, é mulher de outro preso e reclama apenas das condições do pátio. "É horrível! É esgoto a céu aberto. Quando chove, alaga, chega a vir aqui na tua canela."

Ainda assim, o marido dela uma vida mais confortável na cela. "A galeria em si é bem limpa, é bem organizada. É pintadinho, tem portas, não é todo mundo junto. A única coisa ruim é o pátio."

Ele cumpre pena por tráfico de drogas e está há mais de três anos no presídio. Divide a cela com outros nove detentos e tem chuveiro com água quente. Helena leva alguns itens para o marido, como sabonete e xampu, mas nega entregar dinheiro. "Eu não tenho condições. Eu trabalho, tenho filho na Fase [Fundação de Atendimento Sócio-Educativo], não tem como levar."

O que diz o governo
Em nota, a Brigada Militar observou que a rede de esgoto é avaliada e limpa diariamente pelo setor de Conservação e Obras. Entretanto, a corporação reconhece que a "demanda é grande".

"Quando o então Presídio Central foi construído, a Chácara das Bananeiras não era habitada, a rede pluvial escoava exclusivamente água das chuvas e os dejetos do Presídio, pois os arredores deste não eram habitados. Hoje há uma ocupação desenfreada nas imediações da Cadeia e a rede pluvial que passa pelo subsolo da estrutura funde os dejetos da Cadeia Pública com a da população lindeira", ainda segundo a nota.

A Brigada Militar diz que a rede pluvial "entra em colapso", principalmente em dias de muita chuva. Ainda segundo o órgão, os próprios presos destroem as tubulações de esgoto para tentar esconder objetos, como facas artesanais, celulares e entorpecentes e isso é um "fato preponderante para a situação precária do esgoto", ainda segundo o órgão.

Fora isso, a BM diz que o presídio tem um programa de desintoxicação para dependentes químicos e ainda uma unidade básica de saúde. Além disso, uma escola que atende 240 alunos e um espaço que os apenados podem fazer artesanato.
Já a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) diz que os apenados recebem alimentação. Conforme relatório de dezembro do ano passado, repassado ao G1, foram fornecidos 5 mil cafés da manhã, almoços e jantas. Ainda segundo o levantamento, foram mais de 24 mil kg de arroz e 17 mil  kgde feijão, além de outros itens. Conforme a Susepe, materiais de higiene pessoal são fornecidos quando há disponibilidade.

Cadeia registra queda nas mortes
Apesar da superlotação e infraestrutura precária, o presídio não registra rebeliões há quatro anos. Nos últimos dez anos, foram dois casos, segundo a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). Uma em 2011 no pavilhão A e outra em 2013 no pavilhão G. Nas duas situações ocorreram transferências de presos.

Além disso, a cadeia registra queda nas mortes dentro do presídio entre 2006 a 2016. Conforme levantamento da Susepe, foram 131 óbitos durante o período. Do total, foram 16 homicídios, 21 por causas naturais, um suicídio e 93 casos não informados.
Em 2008, ocorreu o maior número de mortes: foram 28. Do total, cinco por naturais e outros 23 por circunstâncias não informadas, ainda segundo a Susepe. Em 2009, houve pequena queda, com 27 mortes. Mas nos anos seguintes os casos foram reduzindo gradativamente até chegar a um óbito em 2013, que se manteve no ano seguinte. Em 2016, foram registradas três mortes.
Brzuska entende que a redução nas mortes pode ter relação com a melhoria no atendimento de saúde básica e ainda com a criação de juizado dentro do presídio, o que aproximou os presos da Justiça.

"O ser humano não se adapta bem à injustiça. Isso nos incomoda. Então, quando você presta serviços de saúde e de justiça, isso distensiona o ambiente. Por isso, os nossos índices de homicídios dentro do presídio despencaram para quase zero."
Diferente da Susepe, a Justiça apresenta número maior de presos mortos dentro da Cadeia Pública. De 2006 a 2016 foram 191 mortes. Do total, 165 foram por motivos de saúde, incluindo as mortes ocorridas em hospitais. Outros 13 presos morreram por motivos desconhecidos, que geralmente têm relação com problemas de saúde, conforme a Vara de Execuções Criminais. E mais 13 detentos foram mortos por motivos violentos, nenhum em 2016.

Presídio Central, Porto Alegre, superlotação,  (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)Pátio do Presídio Central (Foto: Mariana Ribeiro/Defensoria Pública do Rio Grande do Sul)

Tribunal internacional pediu melhorias
Em 2014, a Corte Interamericana de Direitos Humanos, tribunal vinculado à Organização dos Estados Americanos (OEA), recomendou uma série de mudanças na cadeia. No documento, o tribunal pediu providências "para garantir a vida e a integridade pessoal dos detentos". Outra solicitação é assegurar as condições de higiene e tratamentos médicos adequados.

O tribunal pediu ainda que se implementem medidas para recuperar o controle de segurança e reduzir a lotação na cadeia.

Em abril de 2012, representantes do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RS), do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) tinham vistoriado a casa prisional e denunciado à OEA as péssimas condições do local.

Em novembro de 2016, a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, realizou uma visita surpresa ao Presídio Central de Porto Alegre.

"Muito difícil a situação física realmente", disse ela na época. "É um problema mesmo de número excessivo, sem condições de, portanto, dar cumprimento integral ao que foi determinado pelo Supremo, qual seja, fazer com que as pessoas estejam lá em condições de dignidade", afirmou.

Ministra Cármen Lúcia visita Presídio Central (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)Ministra Cármen Lúcia visita Presídio Central em novembro de 2016 (Foto: Luiz Silveira/Agência CNJ)

Fonte: Zero Hora