sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Polícia investiga desaparecimento de mulher em Taquara, no Vale do Paranhana

Maria Beatriz Schnorr se comunicou com familiares pela última vez no dia 9 de agosto

Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de uma mulher de 46 anos em Taquara, no Vale do Paranha. Maria Beatriz Schnorr se comunicou com familiares pela última vez no dia 9 de agosto, às 9h. O filho de 14 anos relatou à polícia que não encontrou sua mãe quando retornou da escola, por volta do meio dia. Ela não havia comunicado que sairia de casa naquele dia.

De acordo com a investigação, o último contato foi feito com uma cunhada por meio de mensagens trocadas pelo aplicativo WhatsApp. A conversa teria tratado de assuntos corriqueiros e não indicaria pistas do paradeiro da dona de casa.

Conforme o delegado Ivair Matos Santos, a polícia está verificando ocorrências em hospitais e batalhões da Brigada Militar em busca de mulheres com as mesmas características de Beatriz. Ainda segundo Santos, algumas pistas já começaram a chegar à delegacia. Uma indica que ela teria sido vista no município de Parobé. Outra informação partiu do irmão dela, que afirmou aos policiais que ela teria sofrido ameaças de um desafeto. O teor das supostas ameaças e quem as teriam feito não foram reveladas e, por este motivo, o irmão de Beatriz será ouvido pelo delegado nesta sexta-feira (11).

GAÚCHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.