quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Latrocínios caem 26,5%, mas homicídios têm alta de quase 8% no RS no primeiro semestre

Em Porto Alegre, os dois índices registraram baixa nos primeiros seis meses de 2017 em relação ao mesmo período do ano passado.

Foto: Gabriel Haesbaert /NewCo DSM

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulga na manhã desta quarta-feira (2) os números da criminalidade no Rio Grande do Sul nos primeiros seis meses de 2017. Os índices apresentam significativa queda nos casos de latrocínio (roubo com morte) em relação ao mesmo período do ano passado. Entre janeiro e junho deste ano, ocorreram 72 casos, enquanto no primeiro semestre de 2016, 98 pessoas morreram em assaltos. Uma queda de 26,5% no Estado.

Em Porto Alegre, essa redução foi ainda mais significativa, de 58,3%. A SSP registrou 10 casos de latrocínio contra 24 no mesmo período do ano passado.
Na Capital, o reforço no policiamento também se refletiu em redução no índice de homicídios no primeiro semestre. Conforme os registros da secretaria, houve redução de 9,47% nesse tipo de crime na cidade. Foram 325 homicídios, enquanto entre janeiro e junho de 2016, 359 pessoas foram vítimas de homicídios.

Em todo o Estado, no entanto, esta redução não aconteceu. Há alta de 7,8% nos homicídios. Foram mortas 1.419 pessoas em apenas seis meses deste ano em todo o Rio Grande do Sul.

Entre os índices a serem detalhados pela SSP nesta manhã, ainda constam altas de 160% nos casos de extorsão mediante sequestro — foram 13 casos até junho deste ano —, de 3,1% nos roubos de veículos e de 2,04% nos roubos em todo o Estado. Já os furtos de veículos tiveram queda de 13,3% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

ZERO HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.