sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Investigação sobre homicídio prende três suspeitos e apreende cinco armas em Porto Alegre

A ação é a segunda fase da operação Thanatos da Polícia Civil

Um dos presos tentava fugir da região levando uma mochila com cinco aramas do ponto de tráfico de drogas - Foto: Polícia Civil

Uma investigação sobre um homicídio ligado ao tráfico de drogas em Porto Alegre prendeu três homens e apreendeu cinco armas na zona sul, entre a tarde e noite desta quinta-feira (3). A ação é a segunda fase da operação Thanatos, da 6ª Delegacia de Homicídios, que na quarta-feira prendeu outros dois suspeitos.

Foi preso em flagrante na Vila Divisa, no bairro Cristal, um homem de 20 anos acusado do assassinato de Rafael Souza de Lima, de 28 anos, em maio deste ano. O Departamento de Homicídios afirma que o preso cometeu o crime a pedido de traficantes, que se irritaram porque a vítima supostamente furtava casas na região para sustentar o vício.

Durante a ação na vila, os policiais ficaram sabendo através de denúncias anônimas que os líderes do trafico da região mandaram um homem deixar o bairro levando parte das armas da quadrilha em uma mochila. O suspeito foi interceptado pelos agentes e preso em flagrante. Com ele, foram encontrados quatro revólveres e uma pistola.

O terceiro bandido foi preso na região por ser foragido do sistema prisional. O homem, de 21 anos, possui passagens  por latrocínio (roubo com morte), roubo, furto qualificado, receptação e associação criminosa.

De acordo com o diretor de investigações do Departamento de Homicídios, delegado Gabriel Bicca, há a suspeita de que o grupo investigado na operação possa estar envolvido em outros homicídios. Ele pede que a comunidade denuncie ao telefone 0800 642 0121 se tiver alguma informação. O sigilo é garantido pela polícia.

ZERO HORA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.