sexta-feira, 7 de julho de 2017

Justiça manda soltar homem que matou pastora para ficar com o amante


















Foi solto na tarde desta quarta-feira (05) o homem de 38 anos preso por suspeita de ter assassinado a esposa, pastora Marta Maria Kunzler, 63 anos, em Montenegro, no Vale do Caí. A soltura foi possível mediante obtenção de habeas corpus. A Justiça entendeu que a prisão temporária foi decretada "sem a devida fundamentação".

Marta foi assassinada pelo marido, o amante dele e mais dois amigos, no dia 14 de junho. Permanecem presos o amante e um dos amigos. A investigação considera que o crime, de caráter passional, foi armado para que o esposo pudesse ficar com o amante, inclusive, com os bens da pastora.

Marta morreu asfixiada após ser atingida por golpes de faca dentro de casa.


Fonte: Ação Preventiva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.