terça-feira, 4 de julho de 2017

Avó é indiciada por agredir neto de dois anos em Cachoeirinha

Inquérito da Polícia Civil se baseou em relatos de testemunhas e gravações de agressões flagradas em vídeos por vizinhos

A idosa, que ainda responde em liberdade, poderá cumprir pena de até três anos de prisão - Foto: reprodução

A avó de um menino de dois anos flagrada em vídeo agredindo o neto, em Cachoeirinha, foi indiciada criminalmente na semana passada por lesão corporal dolosa. Se condenada, a idosa – que ainda responde em liberdade – poderá cumprir pena de até três anos de prisão.

No dia 30 de maio, em uma ação do Ministério Público e da Polícia Civil, a criança foi retirada da casa da avó e levada para um abrigo. Segundo o delegado Leonel Baldasso, que investigou o caso, o menino foi abandonado pela mãe, e o pai morreu, por isso estava sendo cuidado pela avó paterna.

– A avó poderá responder com agravante por ter agredido o próprio neto, conforme o que está previsto no Código Penal. A pena que seria no máximo de um ano de prisão, poderá se estender até três anos – explica o delegado Leonel Baldasso.

Vizinhos relataram à polícia que a criança era constantemente maltratada pela mulher, e imagens flagraram a idosa agredindo o neto. O laudo do exame de corpo de delito analisado pela Polícia Civil, concluiu o crime como caso de lesão corporal dolosa.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.