quinta-feira, 1 de junho de 2017

Nove detentos abrem buraco e fogem do Presídio Estadual de Sarandi

Brigada Militar foi acionada e faz cerco em um matagal na cidade.

Nove detentos conseguiram fugir do Presídio Estadual de Sarandi, no Norte do Rio Grande do Sul, na manhã desta quinta-feira (1º). Conforme a administração da penitenciária, os presos abriram buracos em três celas e depois fugiram pelo telhado. A fuga foi constatada por volta das 8h.

A Brigada Militar foi acionada e faz buscas na cidade. De acordo com o capitão Willian Ragnini, um matagal foi cercado por guarnições. Até o momento, nenhum detento foi encontrado e não houve confronto com a polícia.

A informação inicial era de que seis detentos haviam fugido. No entanto, uma nova contagem no presídio foi feita.

Segundo a diretora do presídio, Rosângela Martins de Aguiar, a ação de um agente prisional conseguiu evitar uma fuga em massa. Ela diz que outros 29 presos estavam no local e também fugiriam se não houvesse a ação do servidor.

"O colega percebeu rapidamente o momento em que estavam saindo, foi até a cela, tentou conter eles, mas não conseguiu segurar todos", diz a diretora do presídio.

A mesma casa prisional teve, em fevereiro deste ano, uma rebelião que culminou com a morte de dois detentos e uma outra fuga de seis detentos. Naquela época, o presídio tinha 223 apenados em um espaço projetado para receber 133. Atualmente o número aumentou para 241, conforme o monitoramento da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe).

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.