terça-feira, 20 de junho de 2017

Justiça condena homem por matar e enterrar companheira em São Sepé

Crime aconteceu no final de 2014

Foi condenado a mais de 13 anos de prisão o homem acusado de matar e enterrar a companheira em São Sepé, na Região Central. O caso aconteceu em 2014. A condenação se deu nesta segunda-feira (19), em um tribunal do júri na Câmara de Vereadores de São Sepé.

Fábio dos Santos Dias foi condenado por homicídio qualificado por motivo torpe e ocultação de cadáver. Ele irá cumprir pena de 13 anos e sete meses em regime fechado, sem direito de recorrer em liberdade. Além disso, deverá pagar por 10 dias de multa, o equivalente a 33% de um salário mínimo da época.

Fábio já tinha confessado o crime, ocorrido em 30 de novembro de 2014. Ele, que na época tinha 28 anos, discutiu com a companheira, Enilda Neves Silva, com 56 anos, sobre a posse das terras da vítima. Os dois entraram em luta corporal e o homem estrangulou Enilda até a morte. Dias depois, com o auxílio do pai, Fábio enterrou o corpo de Enilda, na propriedade rural da vítima.

O corpo só foi encontrado no dia 11 de dezembro. No mesmo dia, Fábio e o pai dele foram presos preventivamente. O pai do autor teve a liberdade provisória concedida ainda em dezembro de 2014, e faleceu em abril de 2015.

A mulher já havia registrado ocorrências de agressão e ameaças contra o companheiro e contra o sogro. Foi a família dela que denunciou o desaparecimento.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.