quarta-feira, 21 de junho de 2017

Homem é sequestrado na frente da esposa e assassinado um dia depois de sair da cadeia em Torres

Delegado acredita que facções da Região Metropolitana cometeram o crime

Carro usado no crime, um Onix roubado em Porto Alegre e clonado com placas de Sapucaia do Sul, foi incendiado - Foto: Brigada Militar - Divulgação

Um homem foi sequestrado e executado em Torres, no Litoral Norte, na madrugada desta quarta-feira (21). Conforme a Polícia Civil, Deividi Farias Broca, de idade ainda não confirmada, havia saído horas antes da Penitenciária Modulada de Osório e ido para casa, no bairro São Jorge, onde foi encontrado pelos assassinos.

O crime foi testemunhado pela esposa dele, que estava junto no momento em que os bandidos arrombaram a porta da casa aos gritos de "polícia". Com a vítima rendida sob ameaça, os criminosos perguntavam sobre armas que estariam com ele, que não soube responder. Broca, então, foi colocado em um Onix e levado.

Horas depois, já durante a manhã, a vítima foi encontrada morta na Estrada Geral, no bairro Praia Real, com cerca de 30 marcas de tiros pelo corpo. O carro, que havia sido roubado em Porto Alegre, foi localizado, incendiado e abandonado próximo da BR-101.

O delegado Celso Jaeger, que investiga o crime, diz que a violenta ação está ligada ao tráfico de drogas. Inicialmente, ele desconfia de uma ação arquitetada por facções da Região Metropolitana para dominar pontos de venda de drogas.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.