terça-feira, 27 de junho de 2017

Depois de novo caso de violência, Unidade de Saúde Vila dos Sargentos não vai abrir nesta terça

Ainda não há previsão para a reabertura do posto no bairro Serraria

A violência na Vila dos Sargentos, no bairro Serraria, na zona sul de Porto Alegre, segue afetando o acesso dos moradores aos serviços de saúde. Pelo segundo dia consecutivo, a Unidade de Saúde local não abrirá as portas à comunidade, nesta terça-feira (27), por conta da insegurança.

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), a Gerencia Regional Centro-Sul, responsável pelo posto, avaliou que não há condições de segurança para que os funcionários trabalhem na unidade. Ainda não há previsão para reabertura.

A decisão pelo fechamento ocorreu no último domingo (25), depois que um corpo foi encontrado esquartejado e decapitado nos arredores da unidade. A Brigada Militar (BM) garantiu condições de segurança, inclusive com o deslocamento de uma unidade móvel para patrulhamento da região. Mesmo assim, a SMS manteve a avaliação inicial pela não reabertura. Ainda ontem, durante a noite, um homem foi preso com armas e um explosivo, durante patrulhamento da BM.

Enquanto isso, os moradores da Vila dos Sargentos seguem tendo que se deslocar até os postos de saúde dos bairros Ipanema e Guarujá, aproximadamente 5 e 3 quilômetros de distância do posto de saúde do bairro. Os funcionários também foram divididos entre as duas unidades para reforçar os atendimentos.

De acordo com o Comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Brite, a BM segue com o patrulhamento ostensivo na região. A operação conta com apoio de policiais de operação Avante, do Batalhão de Operação Especiais, além de um helicóptero do Batalhão de Aviação da BM.  Brite segue afirmando que a BM não está sendo consultada sobre o fechamento do posto.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.