sexta-feira, 30 de junho de 2017

57 pessoas foram assassinadas no ano de 2017 em Caxias do Sul

Junho é o mês mais violento, com 16 casos.

O primeiro semestre de 2017 contabiliza 57 assassinados em Caxias do Sul. O número é parecido com o registrado no mesmo período do ano passado, quando 61 pessoas foram mortas. A diminuição é de 6,5%.

A grande maioria dos mortos é do sexo masculino. Cerca de 50% das vítimas tinha passagens pela polícia. O mês mais violento foi junho. Já são 16 crimes, inclusive a chacina que deixou quatro mortos no bairro Pioneiro na madrugada de 11 de junho. Tiros foram ouvidos e a casa em que as pessoas estavam foi incendiada. A polícia ainda investiga o crime.

Os meses com menos mortes foram março e abril, com cinco e três casos, respectivamente. Em abril, investigação da Polícia Civil identificou líderes de uma facção criminosa que se articulou dentro da Penitenciária Estadual de Caxias, na localidade do Apanhador. A Polícia Civil de Caxias não descarta que o número mais baixo de março e abril tenha ligação com a investigação.

Latrocínios

Em 2017, cinco pessoas foram vítimas de latrocínio, que é o roubo com morte. Neste ano, quatro mulheres foram mortas devido à violência doméstica, os chamados feminicídios.

GAÚCHA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.