quinta-feira, 11 de maio de 2017

Polícia suspeita que traficantes mataram adolescentes encontrados em rio de Canoas

Jovens foram encontrados amordaçados, com mãos amarradas e com tiros no rosto

A investigação sobre a execução brutal de três jovens, que foram encontrados amordaçados, com mãos amarradas e com tiros no rosto na tarde de quarta-feira no Rio Gravataí, em Canoas, aponta para mais uma ação do tráfico de drogas. A suspeita parte da Delegacia de Homicídios, que identificou uma das vítimas como Michael Santos Flores, 16 anos. O jovem é suspeito de envolvimento com uma facção do bairro Niterói e de atirar contra policiais militares. 

As outras duas vítimas foram reconhecidas pelos familiares. Os parentes têm certeza dos nomes dos rapazes, que seriam outros dois adolescentes, de 16 e 15 anos. No entanto, eles só terão os nomes divulgados após a polícia confirmar com as impressões digitais.

O delegado Luis Antônio Firmino diz que o estado de decomposição dos corpos indica que eles foram mortos recentemente. Para o policial, os assassinatos ocorreram no máximo terça-feira. 

A estratégia da polícia para tentar chegar até os assassinos será definida após os depoimentos dos familiares, que ocorrem nos próximos dias. Entre as perguntas a serem esclarecidas estão quando os jovens foram tomados pelos bandidos e quais são seus desafetos. 

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.