quinta-feira, 25 de maio de 2017

Para evitar assassinato, foragido pula de carro e se refugia em posto da Brigada Militar em Porto Alegre

Ele acabou preso, já que tinha mandado de prisão em aberto.

Um foragido da justiça conseguiu escapar de uma ação que supostamente culminaria com o seu assassinato na zona sul de Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (25). Conforme a Brigada Militar, ele buscou refúgio no posto da corporação do bairro Tristeza, na Avenida Wenceslau Escobar, ao pular de um carro branco que o levaria para um cativeiro.

O homem, de 30 anos, estava machucado nos braços e aparentava nervosismo. Ele relatou ser morador de Cachoeirinha, na Região Metropolitana, e que foi sequestrado durante a madrugada. Disse, também, que os homens dentro do carro eram de uma facção criminosa e afirmaram que iriam esquartejá-lo.

Os policiais foram surpreendidos pelo ocorrido e resolveram checar o seu nome e antecedentes. Foi nesse momento que perceberam que ele estava foragido, e deram voz de prisão ao homem. O PM relatou que o homem chegou a vibrar quando soube que seria levado para um presídio.

O preso tem 11 anos e 9 meses de condenação pelo crime de roubo com extorsão, em uma condenação de 2011. O nome dele não será divulgado por motivo de segurança. Ele foi levado pelos policiais ao Palácio da Polícia.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.