quarta-feira, 22 de março de 2017

Preso suspeito de matar homem e ferir quatro ao abrir fogo durante festa em Paverama

Polícia diz que homem assumiu em depoimento ter sido o autor do crime.

Homem foi preso por crime em Paverama - Foto: Divulgação /Policia Civil

A Polícia Civil prendeu preventivamente nesta terça-feira um homem suspeito de ser o autor do tiroteio que terminou com um morto e quatro feridos em uma festa na área rural de Paverama, no Vale do Taquari. Os investigadores dizem que o detido assumiu em depoimento ter sido o autor do crime. 

O nome do preso, que já tem antecedentes criminais, não foi revelado pela polícia. Ele foi encontrado no final da tarde no município de Estrela. Ele estava em um carro que trafegava na Rota do Sol. 

O crime ocorreu na madrugada do último domingo. Um atirador abriu fogo contra uma multidão de cerca de 600 pessoas estavam. Morreu no local Paulo Roberto dos Santos, 36 anos, que estava sentado conversando com amigos. Os quatro feridos foram levados a hospitais da região. 

O tiroteio gerou um tumulto. Parte da multidão quebrou janelas e portas para escapar do salão. Com isso, outras quatro pessoas ainda ficaram feridas com a correria, mas sem gravidade.

A polícia informou no domingo que o motivo do ataque é uma desavença do atirador com a ex-mulher, que estaria na festa. Ele chegou a ser expulso do salão pelos seguranças momentos antes, mas voltou armado para a festa.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.