sexta-feira, 24 de março de 2017

Polícia indicia preso e foragido por latrocínio de doutorando na Capital

Masahiro Hatori estava concluindo o doutorado em Física na UFRGS e foi morto durante um assalto no começo do mês, em Porto Alegre.

Foto: Arquivo pessoal /Facebook

A Polícia Civil indiciou dois homens pelo latrocínio do doutorando Masahiro Hatori, 29 anos, ocorrido no começo do mês na zona norte de Porto Alegre. Denis da Silva Maduré, 19 anos, foi preso na última sexta-feira, e Valmir William Pacaí, 23 anos, segue foragido. 

Os dois também tiveram as prisões temporárias convertidas para preventivas na última terça-feira (21), pela 2ª Vara Criminal do Foro do Sarandi. 

O inquérito foi concluído na última segunda-feira (20), segundo o delegado Juliano Ferreira. O Ministério Público pediu mais informações à polícia e ainda não denunciou os suspeitos. 

O crime

Masahiro foi morto em um assalto na tarde do dia 3 de março, na rua Joaquim Silveira, no bairro São Sebastião, zona norte de Porto Alegre. O estudante estava concluindo o doutorado em Física na UFRGS.

Segundo testemunhas, os dois criminosos desceram de uma Ecosport branca e anunciaram o assalto. Hatori foi atingido por um tiro na cabeça. Em depoimento, Maduré afirmou que atirou porque se assustou com o movimento feito pela vítima quando ela foi tirar a mochila.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.