quinta-feira, 16 de março de 2017

Operação policial desarticula esquema de tráfico de drogas em 12 cidades do RS e de SC

Divulgação/Polícia Civil

Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (16) uma grande operação em 12 cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. O objetivo foi combater o tráfico de drogas na região de Santa Rosa, Noroeste gaúcho, que recebia vários tipos de entorpecentes do Vale do Sinos e da Grande Florianópolis. Até o momento 18 pessoas foram presas, três delas em flagrante. Entre os capturados, está o presidente da Câmara de Vereadores de Bom Progresso, Maicon Leandro Vieira Leite (PP).

Divulgação/Polícia Civil

O esquema envolvia até o presídio do município e o volume de drogas comercializadas atingia o valor de R$ 250 mil mensais. Cerca de 200 policiais cumpriram 17 mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária, 48 de busca e apreensão e cinco de apreensão e seqüestro de veículos. As ações se concentram, no RS, em Santa Rosa, Três de Maio, Horizontina, Porto Lucena, Três Passos, Miraguaí, Sede Nova, Bom Progresso, Crissiumal, Novo Hamburgo e Estância Velha. Em SC foi em São José.

Divulgação/Polícia Civil

Investigação

A investigação, da 1ª Delegacia de Polícia de Santa Rosa e coordenada pelo delegado Vilmar Schaefer, durou cerca de um ano e meio. Neste período, foram presos em flagrante oito traficantes e todos seguem detidos. Também foram apreendidas cocaína, maconha, LSD e ecstasy, além de dinheiro, balanças de precisão e material utilizado na embalagem das drogas.

Divulgação/Polícia Civil

Ao todo, nove inquéritos policiais foram instaurados para a apuração de condutas destes traficantes associados em uma complexa e bem estruturada organização criminosa. Inicialmente, os entorpecentes eram enviados de Novo Hamburgo e, com a apuração policial, começaram a ser encaminhados de São José (SC).

Divulgação/Polícia Civil

Segundo a polícia, o presidente da Câmara de Bom Progresso, Maicon Leandro Vieira Leite, vendia parte das drogas na região e também dava suporte material para os traficantes.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.