sexta-feira, 24 de março de 2017

Mãe tentou salvar as três crianças que morreram em casa queimada em Santa Catarina

De acordo com o Corpo de Bombeiros, ela estava em uma casa ao lado e ouviu o pedido de socorro.

Foto: Divulgação /Arcanjo Blumenau

As três crianças que morreram em um incêndio em Pomerode, no Vale do Itajaí, nesta sexta-feira (24) de manhã eram irmãs e estavam juntas em um quarto quando a casa pegou fogo. A informação é do Corpo de Bombeiros de Blumenau, através do capitão Roberto Weingartner, da equipe do helicóptero Arcanjo, que participou da ação. A informação é do Jornal de Santa Catarina.


O incêndio teria começado por volta das 8h na residência que fica na Rua Ribeirão Souto, no bairro de mesmo nome. Uma das três crianças estaria brincando com um isqueiro quando, acidentalmente, ateou fogo em um colchão. Elas chegaram a gritar pela mãe, que estava na casa da vizinha ao lado e tentou salvar as crianças, mas não conseguiu. O relato é de uma vizinha.


O fogo tomou conta da casa de madeira e a destruiu completamente, segundo Weingartner. A mãe sofreu queimaduras nas mãos e precisou ser levada ao Hospital Maternidade Rio do Testo, em Pomerode. Quando o Arcanjo chegou os bombeiros de Pomerode já haviam a encaminhado.


A outra casa, que fica no mesmo terreno, é de alvenaria e sofreu danos no telhado e na parede. O incêndio foi contido por volta das 10h30min e as três crianças serão encaminhadas ao IML de Blumenau.

Fonte: Jornal de Santa Catarina

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.