quarta-feira, 22 de março de 2017

Criminosos executam homem ao atirar mais 40 vezes em frente a escola de Porto Alegre

Polícia diz que vítima, que estava dentro de um bar, era envolvida com o tráfico de drogas.

Um homem de 30 anos foi morto em um ataque a tiros em um bar na frente da escola municipal José Loureiro da Silva, no bairro Cristal, zona sul de Porto Alegre, na noite desta terça-feira (21). Segundo a Polícia Civil, mais de 40 disparos foram efetuados pelos criminosos, sendo que cerca de 30 atingiram Robson Rios Hinterholz, que morreu no local.

Testemunhas ouvidas relataram que dois bandidos participaram do crime. Eles deixaram uma motocicleta uma quadra antes do estabelecimento, na avenida Capivari, e foram caminhando até o Joãozinho's Bar. Após abrirem fogo com pistolas calibre .40 e 9 milímetros, caminharam até o veículo e fugiram. 

O ataque ocorreu pouco antes das 20h. Conforme o delegado João César Nazário, do Departamento de Homicídios, as aulas que ocorreriam durante a noite na escola foram suspensas, já que professores e alunos ficaram assustados com o ocorrido. A reportagem entrou em contato com a Secretaria de Educação de Porto Alegre, que ainda não respondeu a solicitação de informações. 

As circunstâncias do homicídio deixam claro para o delegado que é uma execução. Ele suspeita de um suposto envolvimento da vítima com a criminalidade. 

"Está claro que o crime é relacionado com o tráfico de drogas, pela quantidade de tiros e pelos antecedentes criminais por posse de entorpecente. Ainda obtivemos informações no local de pessoas que garantem que ele era traficante", comentou Nazário.

A Brigada Militar fez buscas, mas não localizou os bandidos até a publicação desta reportagem. 

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.