segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Susepe promete retirar detentos de presídio interditado no Norte do RS

Órgão decidiu acatar a decisão judicial que interdita a galeria do regime fechado do presídio de Palmeira das Missões.

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) decidiu acatar a decisão judicial que interdita a galeria do regime fechado do presídio de Palmeira das Missões, no Norte gaúcho. Conforme o órgão, parte dos 156 detentos – que ocupavam espaço de engenharia projetado para 48 – serão levados a outras casas prisionais da região. 

Não há prazo para desinterdição, que só pode ocorrer após a remoção dos presos e melhorias na estrutura. Um dos maiores problemas é a quantidade de colchões por cela.

Segundo o diretor do presídio, Dorival da Silva Godoi, os presos estão dormindo juntos em camas, por não haver um por pessoa. 

"Não tem um colchão para cada um. Eles podem ficar até no chão, mas tendo espaço para cada um dormir em colchões, o que não ocorre hoje", afirma. 

O limite imposto na decisão do juiz da 3ª Vara Judicial da Comarca de Palmeira das Missões, Antonio Carlos de Castro Neves Tavares, é de 109 presos na área masculina e 11 na feminina.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.