quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Mãe de menino que morreu ao cair de prédio em Porto Alegre é indiciada

Polícia Civil entendeu que ela foi negligente ao deixar o filho sozinho

Menino caiu do 13º andar do prédio na Avenida Grécia, em Porto Alegre - Foto: Marina Pagno /Agência RBS

A Polícia Civil indiciou por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – a mãe do menino que morreu ao cair do 13º andar de um prédio na Avenida Grécia, em Porto Alegre, no começo de janeiro. A delegada Andrea Magno entendeu que houve negligência da mulher ao deixar Bruno Vinicius da Veiga, de 5 anos, sozinho no apartamento.

Segundo a investigação, ela desceu para entregar uma chave ao marido. Nesse meio tempo, o menino foi até a sacada e caiu. Crianças que brincavam no condomínio pediram ajuda, o Samu foi até o local, mas Bruno não resistiu. 

"É negligência por ter deixado um menino de 5 anos sozinho em casa, naquele andar, em uma sacada sem proteção, quando tinha outras opções, como levar ele junto ou pedir para o pai subir.  Ela faltou com dever de cuidar do filho", relata a delegada. 

Por ter sido indiciada por homicídio culposo, ela não será presa, já que a pena de detenção para o crime é de um a três anos, que pode ser revertida em medidas alternativas. O inquérito foi remetido ao Ministério Público. 

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.