quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Homem mata duas filhas, a esposa e se suicida em Porto Alegre

Frases escritas com giz de cera na sala da casa indicam que o homem acreditava estar sendo traído

Um homem assassinou as duas filhas, de 7 e 11 anos, e a mulher no bairro Hípica, zona sul de Porto Alegre, e depois cometeu suicídio. Os corpos foram encontrados pela Polícia Civil próximo de 12h desta quarta-feira (1º), mas os investigadores acreditam que o crime tenha ocorrido ainda na segunda-feira.

Conforme a delegada Clarissa Demartini, um familiar não conseguia contato com a família, e resolveu ir até a casa, quando encontrou todos mortos. Todas estavam dentro da residência, que fica na rua Francisco Silveira Pastoriza, e tinham ferimentos por faca. Não havia sinais de arrombamento. 

A delegada afirma que na sala da casa frases escritas em uma parede indicavam que o homem desconfiava estar sendo traído. Ele e a esposa tinham um relacionamento de 20 anos, e estavam em processo de separação.

"O que se suspeita o casal já estava em processo de separação. Ele desconfiava de uma traição por parte da esposa, o que talvez treia sido o estopim para esse caso tão brutal. Uma cena bem complicada", relatou a policial. 

Um vizinho ouvido disse que viu o homem pela última vez próximo das 18h de segunda, quando chegou em casa com a filha. Desde então, nenhum barulho de discussão ou movimentação foi percebida na residência. 

A identificação das vítimas não foi repassada pela delegada. Por caracterizar um feminicídio, o caso será investigado pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM). 

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.