quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Ex-genro é apontado como mandante de latrocínio em Campestre da Serra

Waldomiro Tavares, 78 anos, foi morto dentro de casa em julho deste ano

A Polícia Civil concluiu nesta quinta-feira (3) o inquérito referente à morte de Waldomiro Tavares, 78 anos. Ele morreu após levar várias coronhadas na cabeça em julho deste ano. O crime aconteceu dentro da casa da vítima. 

Três suspeitos foram presos temporariamente no último dia 21. Na terça-feira (1), uma quarta pessoa foi presa.

De acordo com o delegado Carlos Alberto Defaveri, o quarta preso é Luiz Claudio Vieira, indiciado nesta quinta-feira e apontado pela investigação como o mentor do crime. O homem é ex-genro da vítima. O objetivo, segundo a polícia, era roubar uma quantia em dinheiro que a vítima mantinha em casa. Cerca de R$ 20 mil foram levados da residência.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.