segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Cerca de 40 tiros foram disparados contra adolescente executado na Capital

Vítima de 15 anos não tinha nenhum antecedente criminal.

tt

Foto: Divulgação /Brigada Militar

Aproximadamente 40 cápsulas deflagradas foram encontradas pela perícia no local da execução de Luis Eduardo Rosa Lemes, 15 anos, na zona sul de Porto Alegre. No entanto, somente a análise do Instituto Geral de Perícias (IGP) deve determinar quantos tiros atingiram o jovem. O crime ocorreu pouco antes das 23h desse domingo na Rua Diomario Moojem, bairro Cristal. 

A família diz que ele voltava para a casa após passar o domingo na casa de amigos. Conforme a Polícia Civil, passageiros de uma EcoSport preta cruzaram pelo local e efetuaram diversos disparos de pistola. O jovem não tinha antecedente criminal.

Segundo a delegada Roberta Bertoldo, do Departamento de Homicídios, não há dúvidas de que o crime foi uma execução. No entanto, nenhuma hipótese de motivação surgiu na análise preliminar. 

"Quem foi lá para executar sabia realmente quem era ele e a rota que faria", relata a delegada.

Buscas foram feitas pela região, mas ninguém foi preso. A investigação deve analisar imagens de câmeras de segurança para identificar os bandidos.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.