quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Imagens indicam que disparo que causou morte de homem em Terra de Areia foi feito por criminosos

Alexandre da Silva Machado foi assassinado na frente das filhas

Antes, criminosos assaltaram uma residência no Centro da cidade - Foto: Divulgação /Brigada Militar

A Polícia Civil recebeu as imagens de um estabelecimento comercial de Terra de Areia, no Litoral Norte, que ajudarão a esclarecer a morte de Alexandre da Silva Machado, assassinado na frente das filhas, de seis e nove anos, durante tiroteio entre assaltantes e policiais militares, na última sexta-feira (26).

Segundo o delegado de Arroio do Sal e responsável pela investigação, Adriano Koehler Pinto, o vídeo mostra que a posição de um dos assaltantes é compatível com o disparo, o que descartaria a hipótese de que o tiro tenha sido feito pelos policiais.

"As imagens, o projetil e as armas dos PMs serão encaminhados para perícia ainda nesta semana", diz.

Além disso, testemunhas devem ser ouvidas novamente até sexta-feira (28). A polícia ainda não tem suspeitos do crime, mas tudo indica que quatro pessoas participaram da ação e fugiram em um automóvel Corolla branco. No vídeo, três homens aparecem correndo e, na sequência, começa o confronto com a Brigada Militar.

A vítima estava numa Zafira, na Rua Treze de Abril, no Centro de Terra de Areia, e foi atingida quando os criminosos saiam de uma residência que haviam assaltado. O homem estava com as duas filhas no banco traseiro do veículo, e as crianças não ficaram feridas.

Quem tiver alguma informação sobre o crime pode entrar em contato pelo Disque-denúncia no telefone 181.

Fonte: Gaúcha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.