domingo, 11 de novembro de 2012

Família é feita refém durante o final de semana em Canoas

 

Bandidos sequestraram quatros pessoas para ter acesso ao cofre de joalheria

 

Canoas  - Criminosos sequestraram quatro membros de uma mesma família para roubar as joias da Joalheria Quarzzo, do Canoas Shopping. Os bandidos invadiram a casa do funcionário público aposentado Edir Comassetto por volta das 20h30 de sábado. Ele e a esposa Maria Helena foram rendidos porque os bandidos acreditavam que o casal era dono da loja. "Eles estavam encapuzados e só diziam que queriam as jóias, achando que éramos os proprietários, porque a minha nora trabalha lá", relembra o aposentado.

Greice Kelly Quadros, vendedora da joalheria, ficou presa dentro de casa até às 13h30 de domingo, quando foi obrigada pelos ladrões a buscar as joias para os bandidos. De acordo com Comasseto, pelo menos seis homens participaram da ação e ameaçavam as vítimas de morte, caso as joias não fossem entregues.

Família foi levada para matagal

As vítimas foram levadas para um matagal no bairro Mathias Velho onde permaneceram amarradas das 3 horas de sábado até às 14 horas de domingo."Eu e minha esposa ficamos amarrados e amordaçados, deitados no chão, enquanto meu filho estava algemado ao nosso lado. Só estando na pele para saber o terror que foi", relata o funcionário público aposentado, Edir Comassetto. Conforme o aposentado a nora, Greice Kelly Quadros, permaneceu a noite toda na casa da família, acompanhada de três bandidos, mas nenhuma das vítimas teria sofrido agressões físicas. Ainda segundo ele, a todo o tempo os criminosos falavam ao celular, mas nenhum dos reféns conseguia entender o conteúdo das conversas ou identificar os bandidos. Apesar da loja estar fechada no domingo, a ação não despertou suspeitas.

fonte; vs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.