quinta-feira, 3 de maio de 2012

Presas em São Leopoldo mulheres que clonavam veículos

Outras duas pessoas - entre elas o líder da quadrilha - foram identificadas pelas vítimas

Veículos

foto divulgação PC

Agentes da 2ª Delegacia de São Leopoldo, coordenados pelo delegado Adriano Nonnenmacher, prenderam na manhã desta quarta-feira (02/05) duas mulheres, de 50 e 32 anos, com um carro clonado, suspeitas de integrar uma quadrilha que atuava no Vale dos Sinos. A prisão ocorreu na residência delas na Av. Thomas Édison,no bairro Scharlau, em São Leopoldo. Elas foram encaminhadas à 2ª DP de São Leopoldo, onde serão ouvidas e autuadas em flagrante por receptação e adulteração de sinal identificador. Após os trâmites legais na Polícia, deverão ser encaminhadas à Penitenciária Modulada de Montenegro.

Segundo o delegado Nonnenmacher, mais duas pessoas - um homem, considerado líder da quadrilha, e uma mulher - já foram identificadas nas investigações e reconhecidas pelas vítimas. O carro clone rodava por São Leopoldo e o carro da vítima, um Crossfox idêntico, era de Canoas. Além do carro, documentos falsos também foram apreendidos com os suspeitos. O carro clone era vendido através de contratos de gaveta, e os estelionatários entregavam documentos falsos às vítimas, dando aparência de legalidade. Os carros foram encaminhados à perícia. A qualidade da clonagem é impressionante, somente com perícia técnica é que se constata a falsidade - salienta o delegado.

Fonte: 2ª Delegacia de Polícia de São Leopoldo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. A livre expressão é um direito de todos desde que não haja ofensa,caso contrário será removido.