terça-feira, 27 de setembro de 2016

34° BPM prende por porte ilegal de arma de uso restrito

81bae632-5889-4a86-ab2d-a6e745ad2f2b

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

Na noite de segunda-feira, no bairro Primavera em Esteio, Policiais Militares do 34°BPM efetuaram prisão de K.P.C. (18 anos) por posse-porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O fato ocorreu após a guarnição visualizar o individuo com uma arma de fogo na mão, o qual foi abordado e preso. Com o mesmo foi encontrado um revolver cal.38 marca Rossi municiado com (05) cinco cartuchos intactos. O indivíduo foi preso, conduzido ao Hospital São Camilo para exame de lesões e posterior a DPPA Canoas, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

467a51e2-930c-44cb-9f4c-79e65c7bfa9d

Fonte: Ação Preventiva

BM prende por receptação em Esteio

bdc32bcb-a603-4e01-a9e4-48148171f11e

Foto: BM / divulgação Ação Preventiva

Na madrugada desta terça-feira, durante patrulhamento na Vila Pedreira, Policiais Militares do 34°BPM, efetuaram a abordagem de um veículo Fiat/Uno de cor cinza, onde em verificação ao sistema, foi constatado o veículo em situação de furto, e o condutor, G. F. S. (33 anos), foragido do sistema prisional. Diante dos fatos, o veículo foi recolhido ao depósito de Esteio, e dada voz de prisão a G. F. S. sendo conduzido ao Hospital São Camilo para exame de lesões e posterior a DPPA Canoas local onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

Fonte: Ação Preventiva

Policiais do 4ºBPM prendem quatro pessoas e apreendem armas e drogas

Na segunda-feira (26/09), aconteceu em Pelotas mais ações da “OPERAÇÃO AVANTE”, desenvolvida por integrantes do 4º Batalhão de Polícia Militar.

IMG-20160927-WA0008

A operação tem por finalidade aumentar a segurança da comunidade, atuando preventivamente e retirando criminosos e armas das ruas, coibindo o cometimento de delitos.

IMG_20160926_191153380
Os policiais militares sob o comando da Capitã Vanessa, percorreram diversas áreas da cidade de Pelotas intensificando as abordagens e realizando barreiras.

IMG_20160926_191153380

Cerca 234 pessoas foram abordadas, 31 veículos de passeio e 13 ônibus fiscalizados. Durante a operação quatro pessoas foram presas e apreendido cinco armas de fogo, 27 pedras de Crack, três buchas de maconha e 24 gramas de cocaína.

Fonte: Ação Preventiva

Homem é vítima de tentativa de homicídio em Caxias do Sul

Um homem de 21 anos foi alvejado com um disparo de arma de fogo nas costas, na manhã desta segunda-feira em Caxias do Sul.  O crime ocorreu por volta das 10h da manhã na rua Borges de Medeiros, nas imediações do Mato Sartori.  A vítima que possui antecedentes criminais e esta em liberdade não soube esclarecer o motivo e autoria do crime.

Fonte: Ação Preventiva

Dupla é flagrada com veículo roubado em Caxias do Sul

Uma senhora já havia sido assaltada pela mesma dupla poucas horas antes. 

Dois homens de 23 e 25 anos foram detidos pela Brigada Militar por receptação, roubo a pedestre e tentativa de homicídio no final da manhã desta segunda-feira (26) em Caxias do Sul.  Eles foram detidos por volta das 11h30min na rua Domingos Bonatto, no bairro De Zorzi. Com eles foi recuperado um veículo GM Astra que estava em ocorrência de roubo e apreendido um revólver cal.38. A dupla chegou tentar a fugir ao perceber a aproximação da viatura, mas foram acompanhados e presos. Um dos criminosos acabou atingindo por um disparo de arma de fogo na perna ao tentar contra a vida dos policiais. Ele foi socorrido e encaminhado ao hospital Pompeia.  Horas antes, uma senhora já havia sido vítima de roubo a pedestre pelos criminosos. Ambos já possuíam passagens policiais, um deles estava em liberdade provisória e outro cumprindo pena em regime domiciliar.

Fonte: Ação Preventiva

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Seis PMs e um policial civil se aposentam por dia no Estado

Rádio Gaúcha traz um mapeamento das aposentadorias e nomeações desde 2006 nos órgãos de segurança

Foto: Diego Vara /Agencia RBS

O que já se percebe nas delegacias, é possível comprovar nos números. A Polícia Civil gaúcha registrou média de uma aposentadoria por dia em 2016. Foram 263 delegados, comissários, escrivães, inspetores, investigadores e servidores administrativos que se aposentaram neste ano, entre janeiro e agosto. Se somarmos as aposentadorias de 2015, o total chega a 725, para uma reposição, no mesmo período, de apenas 5 policiais.

Atualmente, a Polícia Civil conta com efetivo de 5.183 servidores. Numa comparação com o efetivo de 2006, no entanto, houve crescimento de 4,24% (116), mesmo ritmo do crescimento da população gaúcha.

A Polícia Civil registrou 2.737 aposentadorias entre 2006 e 2016. O ano com o maior índice foi 2015, quando 462 policiais deixaram a ativa. No mesmo período, ingressaram na Polícia Civil 2.853 servidores. Os dados foram obtidos pela Rádio Gaúcha,

através da Lei de Acesso à Informação.

>> APOSENTADORIAS:

>> INGRESSOS:

Brigada Militar

Na Brigada Militar, o problema é maior ao longo dos últimos 11 anos. De lá para cá, se aposentaram 11.123 PMs. O ano com a maior média de aposentadorias é 2016, com 182 por mês, entre janeiro e agosto. Foram 1.455 no total. Dá uma média de seis aposentadorias por dia.

Em números absolutos, 2015 foi o ano com o pior resultado, 1.851 aposentadorias. Em 11 anos, ingressaram 9.933 PMs. O déficit no período é de 1.190 homens e mulheres na corporação. O ano com o maior número de inclusões foi 2009, com 3.483 PMs. Em 2015, apenas um brigadiano ingressou na corporação. Neste ano, foram 180. Atualmente, o efeito é de 18.240 brigadianos.

>> APOSENTADORIAS:

>> INGRESSOS:

Susepe

Na Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), foram 936 aposentadorias de 2006 para cá e cerca de 3.266 nomeações. O melhor ano para a Susepe foi 2014, quando 1.271 agentes e técnicos entraram no órgão. Entre ingressos e

aposentadorias, o saldo positivo é de 1.995. O efetivo atual é de 6.917.

>> APOSENTADORIAS:

>> INGRESSOS:

IGP

Em relação ao Instituto Geral de Perícias, foram 181 aposentadorias e 313 nomeações em 11 anos, num saldo positivo de 132 servidores.

>> APOSENTADORIAS:

>> INGRESSOS:

Repercussões entidades

O presidente da Associação de Cabos e Soldados da Brigada Militar, Leonel Lucas, contesta os números do governo. Segundo ele, o número de ingressos é bem menor do que o apontado. O presidente da Abamf ainda avalia que o total do efetivo está muito abaixo do que seria ideal.

"Nós temos uma lei, de 1997 que diz que precisamos ter em torno de 37 mil homens, e nós temos em torno de 16 mil homens. Vamos ter que ter dois ou três governos para repor somente para repor toda essa saída. O fator maior é a criminalidade, aumentou a criminalidade, a população aumentou e diminuiu os brigadianos na rua".

O presidente do sindicato que representa os servidores do IGP (Sindiperícias), Henrique Bueno Machado, afirma que apesar dos números divulgados, existe uma defasagem muito grande no número de funcionários ativos.

"O número preenchidos de cargos hoje gira em torno de 670 servidores, isso para todo o IGP. O quantitativo ideal, previsto em lei, é de em torno de 1.700 servidores. Ou seja, fica muito difícil por estar o serviço da forma que a sociedade precisa com um quantitativo tão defasado".

O presidente da Amapergs, Flavio Berneira, defende que o número de servidores da Susepe deveria dobrar para que se chegasse a uma situação mais aceitável. Ele afirma que é desproporcional a relação entre o número de presos e agentes penitenciários.

"O número de presos cresce na casa de 10% ao ano. Essa relação do aumento da massa carcerária, em que pese nós tenhamos tido mais ingresso de servidores do que saída por aposentadorias, ainda assim não conseguimos acompanhar o crescimento no número de presos. Ainda estamos muito distante da nossa real necessidade".

Repercussões órgãos de segurança

Polícia Civil

O chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, admite que o número de aposentadorias é elevado, chama a atenção e repercute no trabalho diário. Destaca, no entanto, que apesar disso, houve aumento de 8% no número de inquéritos.

"Então isso demonstra que a otimização, a possibilidade de incremento em determinadas medidas, como pagamento de horas extras, destinação de diárias para determinadas atividades, tem possibilitado o suprimento da carência do efetivo. Pelo menos até a entrada de novos policiais".

A previsão é de ingresso na Polícia Civil de pelo menos 440 policiais ao longo dos próximos meses.

Brigada Militar

O diretor do Departamento Administrativo da Brigada Militar, coronel José Henrique Botelho, admite que o efetivo atual é um dos menores ou o menor da história da corporação. Explica que se trata de um reflexo de 30 anos atrás, quando grandes turmas ingressaram na corporação e agora estão indo para a reserva.

"Claro que essa situação foi agravada, porque ao longo dos anos nós não tivemos uma inclusão regular para suprir as necessidades de efetivo da corporação".

Conforme o coronel, 1.300 policiais, sendo 260 bombeiros, estarão nas ruas na segunda quinze de

fevereiro de 2017 em estágios supervisionados. No final deste ano, haverá a formatura 178 policiais, que vão substituir os temporários que deixaram a BM em janeiro. O efeito previsto da Brigada Militar é de 37.050 PMs.

Susepe

Ângelo Carneiro, diretor do Departamento de Segurança e Execução Penal da Susepe, avalia que apesar do aumento de efetivo em 11 anos, o quadro atual ainda não é suficiente para atender o aumento do número de presos. Lembra que serão nomeados nos próximos meses 700 agentes penitenciários.

Secretaria e Segurança Pública

Em nota, SSP afirma que "o secretário Cezar Schirmer pediu levantamento da previsão de aposentadorias na Segurança Pública para o próximo ano e examina a possibilidade do Estado ter uma política de reposição automática de efetivo. Em encontros realizados na Assembleia Legislativa, solicitou que o projeto enviado pelo Executivo que aumenta o valor da gratificação especial de retorno à atividade de policiais militares inativos para atuar na Secretaria de Segurança Pública e na BM.

O texto tem como base a legislação existente do Corpo de Voluntários Militares Inativos (CVMI). A gratificação passará de R$ 1.181,51 para R$ 1,8 mil, a partir de 1º de outubro deste ano. A intenção é recontratar até 500 PMs aposentados para atuar, exclusivamente, em escolas, videomonitoramento e serviço administrativo, liberando policiais militares da ativa para o policiamento ostensivo. Atualmente, 1,5 mil brigadianos aposentados já atuam no CVMI no RS.
Também faz parte das medidas apresentadas por Schirmer a liberação de gratificação de permanência para servidores do Instituto-Geral de Perícias (IGP). Isso vai permitir que peritos, médicos legistas e técnicos em perícia experientes continuem exercendo suas funções, o que evitará a diminuição da capacidade de atendimento do órgão".

Fonte: Gaúcha

Revista em presídio do Litoral Norte apreende drogas e celulares

Também foram encontrados comprimidos de Viagra e 14 facas artesanais

Foto: Divulgação /Susepe

Uma revista feita nesta sexta-feira (23) no anexo, que abriga apenados do regime semiaberto, da Penitenciária Modulada de Osório, no Litoral Norte, apreendeu celulares, drogas e facas artesanais. Segundo a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), além de pequenas quantidades de maconha, crack e cocaína, também foram encontrados comprimidos de Viagra, 14 facas artesanais, 41 celulares e três balanças de precisão.

A Susepe abriu procedimento para apurar como os materiais ilícitos entraram no local.

A Operação Vento Norte foi realizada por mais de 80 agentes da Superintendência, da Divisão de Inteligência Penitenciária (Dipen/Aripen 1ª), do Grupo de Ações Especiais da Susepe (Gaes), da Penitenciária Modulada de Osório e da 1º Região Penitenciária (Litoral e Região Metropolitana).

Fonte: Gaúcha