sexta-feira, 20 de abril de 2018

Idosa perde R$ 157 mil no golpe do bilhete premiado em Cachoeirinha

Criminosos ofereceram aposta supostamente premiada com R$ 1 milhão em troca de depósitos efetuados pela vítima.

Uma moradora de 66 anos de Cachoeirinha, na Região Metropolitana, perdeu R$ 157 mil no chamado golpe do bilhete premiado. De acordo com a Polícia Civil, estelionatários procuraram a senhora oferecendo uma aposta premiada da Mega-Sena no valor de R$ 1 milhão, caso ela fizesse depósitos em três bancos diferentes ao criminoso.

O caso ocorreu no dia 28 de março, mas só foi comunicado nesta semana à Polícia Civil. A vítima contou aos policiais da 1ª Delegacia de Polícia de Cachoeirique um homem de aproximadamente 1,7 m de altura abordou-a em uma rua oferecendo o golpe. Após a transferência dos valores o estelionatário sumiu.

A Polícia Civil tenta identificar os criminosos. Para isso, deve pedir quebra de sigilos bancários à Justiça. O delegado Leonel Baldasso afirma que são comuns casos como esse. Somente em 2017, sete foram registrados na 1ª DP da cidade. O que chama a atenção neste episódio é o alto valor levado pela quadrilha.

— As pessoas, na ânsia de receber um prêmio, acabam alimentando esses golpistas, muitas vezes por ganância. Os criminosos buscam as vítimas certas: idosos, pessoas sem maldade, que não pensam se tratar de um golpe — avalia o delegado.

Fonte: Gaúcha

Homem é preso com meio quilo de maconha em Sarandi

Durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, nessa quinta-feira (19), a Polícia Civil prendeu em flagrante  um homem por tráfico de drogas em Sarandi. A ação, realizada pela Delegacia de Polícia de Sarandi, resultou na apreensão de meio quilo de maconha, 35 pedras de crack, R$2.225,00, anotações com valores e nomes de usuários e cartões bancários e do programa bolsa família de terceiros com senha. Segundo o delegado Leandro Antunes, as investigações tiveram início há três semanas, após os policias civis verificarem uma grande movimentação no local.

Fonte: PC

Homem é preso e dois veículos são recuperados em São Leopoldo

A Polícia Civil prendeu em flagrante, na noite dessa quinta-feira (19), um homem, 25 anos, por receptação de veículo em São Leopoldo. A ação, que foi deflagrada pela Delegacia de Repressão ao Roubo de Veículos (DRV) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), resultou na recuperação de dois veículos. Segundo os delegados Adriano Nonnenmacher e Marco Guns, um dos automóveis foi furtado e o outro roubado, ambos em Porto Alegre.

Fonte: PC

Mulher é presa em flagrante em agência bancária na Capital

Uma mulher foi presa na tarde dessa quinta-feira (19), pela Polícia Civil, por estelionato e uso de documento falso. A ação da 19ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre ocorreu no bairro Glória, na Zona Sul da Capital. A mulher, de 45 anos, é natural de Santa Catarina e possui diversos antecedentes por crimes contra o patrimônio.

De acordo com o delegado Juliano Ferreira, a presa costumava aplicar golpes em estabelecimentos comerciais, utilizando cartão de crédito e documentos falsos para realizar compras, além de abrir contas em bancos com a finalidade de obter empréstimos. “Ela foi autuada em flagrante no interior de uma agência bancária, quando tentava abrir uma conta em nome de outra pessoa”, explicou o delegado.

Fonte: PC

Dois homens são presos por homicídio em Pelotas

Na manhã desta quinta-feira (19), em nova ação no combate aos crimes de homicídios, a Polícia Civil prendeu preventivamente dois homens no bairro Getúlio Vargas em Pelotas. Os indivíduos são suspeitos de praticarem três homicídios no município, ocorridos nos meses de fevereiro e abril deste ano e em dezembro de 2017.

Segundo o delegado Félix Rafanhim, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) de Pelotas, as vítimas foram mortas por disparos de arma de fogo. “Em todos os casos, elas foram encontradas com as mãos amarradas para trás em campos lindeiros junto ao bairro Getúlio Vargas”, salientou o delegado.

Para o Chefe de Polícia, Delegado Emerson Wendt, o combate aos crimes de homicídios é uma das principais frentes de atuação da Polícia Civil gaúcha. “As prisões desta manhã são fundamentais para o enfraquecimento das facções, principais responsáveis pelo número de mortes no RS. Somente nesta semana, a Polícia Civil já efetuou a prisão de 18 pessoas envolvidas em crimes de homicídios”, salientou Wendt.

Fonte: PC

BM de Esteio leva crianças e adolescentes para conhecer o Beira Rio

rrrrrrrr

Fotos: BM / divulgação Ação Preventiva

Na tarde desta quinta-feira, a Brigada Militar de Esteio e Prefeitura Municipal, com apoio do Sport Clube Internacional, levaram crianças e adolescentes para conhecer o Beira Rio. Quarenta estudantes da Escola Municipal Alberto Pasqualini realizaram o sonho de conhecer o Clube. Os soldados da Patrulha Escolar e o Comandante Major André Luiz Stein acompanharam os alunos.

Fonte: Ação Preventiva

Operação Nevada combate o tráfico de drogas na região das hortênsias

Operação Nevada combate o tráfico de drogas na região das hortênsias

Operação Nevada combate o tráfico de drogas na região das hortênsias - Foto: Polícia Civil

Na manhã de hoje (19), a Polícia Civil deflagrou a Operação Nevada, na cidade de Gramado, visando o combate ao tráfico de drogas naquela região. A ação desencadeada pela 1ª DIN/Denarc em conjunto com a Delegacia Regional de Gramado efetuou a prisão de 11 indivíduos e apreensão de drogas, armas, dinheiro e um veículo utilizado para o tráfico.

A investigação, que durou cerca de seis meses, apontou a formação de um grupo criminoso com envolvimento no tráfico de drogas, na região das hortênsias, especificamente na região da cidade de Gramado, o qual, mantinha ligação com uma facção da região metropolitana de Porto Alegre.

O delegado Guilherme Calderipe, titular do 1ª DIN/Denarc, explica que “as investigações apontaram suspeitos e fortes indícios de atividade organizada nessa região e a ação realizada objetiva desestruturar esse esquema”.

O Delegado Regional de Gramado, Heliomar Franco,  explica que “a ação é cirúrgica atuando de forma repressiva buscando a responsabilização dos suspeitos, bem como preventiva para evitar a instalação do narcotráfico na região turística”.

O Diretor de Investigações do Denarc, delegado Mario Souza afirma que “é uma ação necessária para cortar o avanço do narcotráfico, além de ser um golpe contra o grupo criminoso da região e contra a facção da Capital.

Cerca de 100 policiais participaram do cumprimento de 25 ordens judiciais, dentre elas mandados de busca e apreensão e mandados de prisão temporária. A ação contou com apoio dos cães farejadores do Denarc e com o helicóptero da Divisão de Apoio Aéreo (DAA) que sobrevoou a área ocupada pelos policiais.

Fonte: PC